Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras Rupestres

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro pela capital das Pinturas Rupestres

Embrenhe-se numa região de muitas faces, muitas naturezas e diferentes identidades. O desafio é visitar Vila Nova de Foz Coa e a região do Vale do Coa e viajar por milénios de história, como o comprovam as gravuras rupestres do Parque Arqueológico do Vale do Coa e as ruínas neolíticas, romanas e medievais da Estação Arqueológica do Prazo.

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras Rupestres
Centro Histórico de Vila Nova de Foz Coa

Visitar Vila Nova de Foz Coa é desvendar arte e cultura ancestrais. É redescobrir um vínculo singular entre o homem e a natureza. Numa das zonas mais quentes e secas de Trás-os-Montes e Alto Douro, pertencente ao distrito da Guarda, esta vila histórica de Portugal, situada no interior, ocupa um planalto rasgado pelos vales do Rio Coa e do Rio Douro.

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras Rupestres
Estação Arqueológica do Prazo

Designada de “terra quente” devido ao calor intenso que se faz sentir no verão, venha conhecer este prodígio da Natureza que o engenho humano laboriosamente domou ao longo de milénios.

Quando visitar?

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras RupestresVila Nova de Foz Coa caracteriza-se por ter um tempo de extremos. Verões quentes e secos. Invernos frios e chuvosos. Como já leu atrás, Vila Nova de Foz Coa recebe o epíteto de “terra quente”. Isto significa que nos meses quentes de verão as temperaturas máximas andam sempre acima dos 30ºC, por vezes atingindo mesmo os 40ºC. Pela nossa experiência, a melhor época para visitar Vila Nova de Foz Coa é na primavera e no outono. Em termos de clima, as temperaturas mais amenas e os dias mais longos permitem usufruir melhor dos passeios e das atividades ao ar livre.

A época mais atrativa para visitar Vila Nova de Foz Coa é nos meses de fevereiro e março, quando as amendoeiras em flor nos brindam com um espetáculo de extraordinária beleza. Revestindo montes e vales dum manto de flores brancas, é o prenúncio da chegada da primavera ao Douro. Junte o útil ao agradável e visite Vila Nova de Foz Coa no Festival da Amendoeira e dos Património Mundiais que acontece na segunda quinzena de fevereiro e primeira quinzena de março.

Já em setembro, os socalcos de vinhedo ganham cores outonais espantosas revelando uma das facetas mais bonitas do Douro Superior e o bónus de poder participar nas vindimas. E por falar em Douro Superior, Vila Nova de Foz Coa promove o Festival do Vinho do Douro Superior na segunda quinzena de maio. Quando entra a segunda quinzena de agosto, a vila atrai os mais jovens com muita música e animação no seu Festival da Juventude, Coa Summer Fest.

Onde ficar a dormir em Vila Nova de Foz Coa? Sugestões de alojamento

Porque sugerimos passar, pelo menos, uma noite a dormir na Capital da Arte Rupestre? Quando vir o que lhe vamos mostrar dos lugares imperdíveis a visitar em Vila Nova de Foz Coa, vai perceber que precisa de bem mais que um dia.

Nunca é demais relembrar: reserve o seu alojamento com o máximo de antecedência possível de forma a garantir os melhores preços e opte sempre por reservar alojamentos que permitam o cancelamento, não vá ter algum imprevisto.

Abaixo encontra os nossos alojamentos favoritos para uma escapadinha a Vila Nova de Foz Coa e ao Parque Arqueológico do Vale do Coa – testados e aprovados por nós – que apresentam a melhor relação qualidade-preço da região.

Casa do Rio Wine Hotel

Para uma estadia fantástica, a Casa do Rio Wine Hotel é um alojamento de Turismo Rural realmente completo, com um excelente serviço associado. Com uma piscina exterior e terraço, o espaço é lindo, tranquilo e muito relaxante. A simbiose com a envolvente natural e rural é notável, dum encanto especial. E os interiores resplandecem de conforto e requinte. Os funcionários são de uma educação e simpatia extremas e o restaurante é ótimo.

Quinta do Chão D’Ordem

Quinta do Chão D’Ordem oferece um ambiente familiar com hectares de vinhas, oliveiras e amendoeiras. Quartos amplos, aclimatizados e com casa de banho privada, apresentam uma decoração sóbria, com aquele toque de rústico e clássico que caracteriza este alojamento de Turismo Rural. Todos com varanda, alguns até com lareira, para combater os dias frios. Nos dias quentes, não dispense a piscina exterior. Ao pequeno almoço, incluído, há um miminho: bolos caseiros.

Bairro do Casal

Um retiro no campo com piscina exterior, o Bairro do Casal oferece alojamento em villas para 2 ou 4, totalmente equipadas, em Murça do Douro, a 18 km de Vila Nova de Foz Coa (não confundir com Murça de Vila Real). As casinhas de aldeia, preservam o traçado original e mobiliário tipico da região, com detalhes preciosos. Todas incluem uma casa de banho privada com produtos de higiene pessoal gratuitos. De manhã, há um cestinho de pão quentinho caseiro à porta, com compota caseira, fruta e bolo caseiro.

Clique para ver mais opções de alojamento em em Vila Nova de Foz Coa

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar?

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras Rupestres
Gravuras Rupestres no Parque Arqueológico do Vale do Coa

A região do Douro Superior, a qual Vila Nova de Foz Coa integra, encerra uma beleza paisagística singular. Visitar Vila Nova de Foz Coa é contemplar os cenários únicos de dois territórios classificados como Património da Humanidade pela UNESCO, o Parque Arqueológico do Vale do Coa e o Alto Douro Vinhateiro. Sabendo que fica a “dois passos” da vizinha Espanha, a estes atrativos soma-se ainda o Parque Natural do Douro Internacional.

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras Rupestres
Complexo Arqueológico do Castelo Velho de Freixo de Numão

A este tesouro paisagístico junta-se a riqueza cultural de que são testemunho os inúmeros vestígios arqueológicos de valor incalculável. Quando visitar Vila Nova de Foz Coa prepare-se para ir ao encontro dum legado histórico que testemunha milhares de anos de presença humana, desde o Paleolítico até aos nossos dias, passando pelos tempos castrejos, pela Era Romana, pela ocupação Árabe, pela origem da nação portuguesa. A capacidade de ostentar tanta diversidade, tanto de índole natural como humana, é privilégio raro e são poucas as regiões do mundo que se podem gabar de tal distinção.

Vila Nova de Foz Coa tem, merecidamente, três títulos. Terra Quente. Capital da Arte Rupestre. Capital da Amendoeira. Estas designações dão-nos logos pistas sobre o clima de Vila Nova de Foz Coa, quão remotas são as suas origens e o seu peso na indústria de produção de amêndoa.

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras Rupestres
Pelourinho de Almendra

Vila Nova de Foz Coa tem mais para oferecer do que os turistas lhe dão crédito. Para fazer justiça à vila (na verdade elevada a cidade em 2012), eis os principais pontos de interesse que merecem a sua atenção ao visitar Vila Nova de Foz Coa:

Centro histórico de Vila Nova de Foz Coa

Comece na Rua Principal, a rua mais castiça da vila que leva até à Praça do Município, no centro histórico de Vila Nova de Foz Coa. A rua pedonal está decorada com algumas das figuras mais emblemáticas das gravuras rupestres que trouxeram Vila Nova de Foz Coa para a ribalta dos destinos turísticos. Tem esplanadas, lojas, restaurantes e cafés cujas esplanadas se enchem na hora do cafezinho.

Igreja Matriz de Vila Nova de Foz Coa

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras RupestresClassificada Monumento Nacional e dedicada a Nossa Senhora do Pranto, a sua fachada manuelina é profusamente decorada, rasgada por um pórtico com figuras renascentistas e elementos manuelinos e encimada pela torre sineira de origem barroca.

No interior, a talha dourada do altar-mor, os caixotões com cenas da vida da Virgem e de Cristo e obras notáveis de pinturas a óleo sobre madeira complementam o tesouro sacro. Repare nas colunas à direita da nave central. Estão inclinadas, certo? Julga-se ser consequência do Terramoto de 1 de Novembro de 1755 que arrasou a cidade de Lisboa (que está a 390km).

Pelourinho de Foz Coa

Pelourinho e Caza Municipal de Vila Nova de Foz Coa

É dos pelourinhos mais ornamentados que conhecemos em Portugal. Data do século XVI e é de estilo manuelino. O símbolo de autonomia terá sido erguido em resultado do foral novo concedido pelo Rei D. Manuel em 1514, tendo primeiro foral sido concedido pelo Rei D. Dinis em 1299.

Caza Municipal

Vulgo Câmara Municipal, é um edifício oitocentista que constitui um belo exemplar de arquitetura judicial, política e administrativa já que funcionou como Paços do Concelho, Tribunal e Cadeia

Capela de Sta. Quitéria

Da primeira metade do século XVI, esta capela de planta hexagonal passa despercebida no meio das habitações a que está adossada. O facto curioso é que foi provavelmente construída no lugar duma antiga sinagoga, local de culto da significativa comunidade judaica que aqui viveu durante séculos.

Torre do Relógio

No sítio do Castelo, a Torre do Relógio é um exemplo de arquitetura militar mais apelativo que a Antiga Cerca Medieval de Vila Nova de Foz Coa, mas fique sabendo que os muros da Travessa da Pederneira e da Rua de Santa Luzia são os únicos panos sobreviventes da muralha do Castelo que ali existiu.

Capelas de Vila Nova de Foz Coa

A devoção religiosa dos foz-coenses está ainda patente em inúmeras capelas, sendo as mais emblemáticas as capelas de São Pedro, Santa Bárbara e de Santo António, esta em estilo barroco, inserida num agradável espaço verde urbano.

Casa dos Andrades

Ao visitar Vila Nova de Foz Coa, deambule pela zona histórica em redor da Praça do Município. Ainda subsistem algumas casas senhoriais e brasonadas que enriquecem o património arquitetónico da cidade e exemplo disso é a Casa dos Andrades, envergando a pedra de armas.

Museu do Coa

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras RupestresO ponto de partida perfeito para começar a descobrir a arte rupestre dos vales do Coa e do Douro é uma visita ao Museu do Coa. Com recurso a tecnologia moderna, toda a informação está muito bem estruturada oferecendo uma experiência bastante imersiva aos visitantes.

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras RupestresAs visitas ao museu têm que ser marcadas previamente e, se tiver tempo e tiver reservado com antecedência, faça a visita guiada off-road, com guias especializados e recorrendo a veículos Todo-Terreno, a três dos sítios com arte paleolítica.

Miradouro do Museu do Coa

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras RupestresPerfeitamente integrado com a paisagem, no topo duma colina sobranceira à margem do Rio Coa, o Museu do Coa tem um miradouro com vistas privilegiadas sobre a paisagem resultante da união dos dois Patrimónios Mundiais da região: o Parque Arqueológico do Vale do Coa e o Alto Douro Vinhateiro. E que senhora de paisagem! Do altaneiro Miradouro do Museu do Coa poderá desfrutar da esmagadora paisagem da foz do Coa onde este abraça o Douro.

Parque Arqueológico do Vale do Coa – Gravuras Rupestres

A principal atração que leva tantos a visitar Vila Nova de Foz Coa é o Parque Arqueológico do Vale do Coa. O maior museu arqueológico do mundo ao ar livre é de visita obrigatória. Surge como uma imensa galeria de arte em que o homem usou continuamente as rochas de xisto como painéis para a sua arte de gravura e pintura. Os vestígios estão dispersos por vários núcleos e datam do Paleolítico, Neolítico, Idade do Cobre, Idade do Bronze e Idade do Ferro, continuando ao longo da nossa era. Saindo do museu, é fazer uma caminhada até ao local da Canada do Inferno para ver um dos núcleos de arte rupestre. Se tiver optado por reservar a visita guiada off-road, visitará ainda o local de Penascosa (saindo do centro de receção da vila de Castelo Melhor) ou do sítio Ribeira dos Piscos (saindo do centro de receção da vila de Muxagata).

Quando nos anos oitenta do século XX se descobriram as primeiras gravuras rupestres no vale do Coa, nem se imaginava a dimensão do achado. Até à data já foram identificadas mais de 1000 rochas com manifestações rupestres aglomeradas em 80 sítios distintos, algumas executadas há 25000 anos. A arte do Coa foi classificada Património da Humanidade em 1998 pela UNESCO. Em 2010 os 95 painéis de arte rupestre de Siega Verde, na Espanha, são integrados no mesmo conjunto de arte pré-histórica por se provar serem datados da mesma era do Paleolítico que os do vale do Coa.

Alto Douro Vinhateiro

Vila Nova de Foz Coa integra a Região Demarcada do Douro, a primeira região vitivinícola demarcada do mundo. Para sermos mais precisos, o concelho ocupa o extremo oriental do Alto Douro Vinhateiro numa zona designada por Douro Superior, sendo as outras o Baixo Corgo (Peso da Régua) e Cima Corgo (Pinhão). Mais conhecido como Alto Douro Vinhateiro, o vale profundamente encaixado do Rio Douro e seus afluentes, que sulcam montes de xisto e granito, é embelezado pela geometria dos vinhedos e dos socalcos rasgados nas íngremes encostas. Neste vale fértil produz-se vinho há mais de 2000 anos e foi classificado pela UNESCO como Património da Humanidade em 2001.

O que ver perto de Vila Nova da Foz Coa?

Complexo Arqueológico do Castelo Velho de Freixo de Numão

Se há coisa que nos dá prazer quando vamos visitar Vila Nova de Foz Coa e toda esta região duriense, é contemplar as paisagens irrepetíveis destes rios rasgando montes e vales agrestes. Quer dos miradouros no cume de montes que nos enchem de espanto, calcorreando os trilhos pedestres que nos conduzem pelo rico património ou ziguezagueando pelas estradas bordadas de rusticidade. As roadtrips por aqui são do melhor que há. Entre fragas de xisto, penedos de granito e terreno seco surgem os campos cultivados de amendoal, olival e vinha.

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras Rupestres
Miradouro de Vargelas

Ao visitar Vila Nova de Foz Coa estará num dos municípios que ocupa os lugares de topo dos que reúnem o maior acervo de valores patrimoniais de épocas distintas. Gravuras rupestres, castelos, castros, igrejas, capelas, pelourinhos, solares, pontes, estradas e villae romanas. Numa região onde a rusticidade está em permanente simbiose com a natureza, é nas suas aldeias, repletas de história, que se revela a faceta mais genuína.

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras Rupestres
Ruínas do Prazo

Rumando para oeste, pela N222 “a estrada mais bonita do mundo”, encontra Freixo de Numão com igreja matriz românica, o solar da Casa Grande, edifício barroco e atual museu de etnografia e arqueologia, o Castelo Velho de Freixo de Numão, um complexo arqueológico dum povoado que remonta ao Calcolítico e à Idade do Bronze, e as ruínas neolíticas, romanas e medievais da Estação Arqueológica do Prazo, mais conhecidas como o Machu Picchu Português. Mais adiante, em Numão ergue-se o Castelo de Numão anterior à nacionalidade.

Castelo de Numão

Continue a sua aventura subindo a um dos melhores miradouros do Douro Vinhateiro, o Santuário e Miradouro de São Salvador do Mundo e aproveite para deambular pelas ruas do concelho mais antigo de Portugal, São João da Pesqueira (com foral do ano 1055).

Miradouro de São Salvador do Mundo
Miradouro de São Salvador do Mundo

Se se virar para leste, a mesma emblemática estrada N222 conduz a outros lugares imperdíveis numa visita a Vila Nova de Foz Coa. Falamos do altaneiro castelo leonês de Castelo Melhor, uma aldeia rural bem preservada, e da pequena localidade de Almendra, com monumentos como a igreja matriz de raiz românica, o pelourinho do século XVI e a Casa de Almendra, o solar barroco dos Viscondes de Almendra e do Banho.

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras Rupestres
Igreja Românica de Almendra

É também nesta aldeia que se encontra o último marco da EN222 e a simbólica placa, colocada pelo Moto Clube do Coa, que assinala o final da Estrada Nacional 222.

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras RupestresCaso tenha uma semana de férias para visitar Vila Nova de Foz Coa, não faltam tesouros para descobrir. Alargue o leque de conhecimento do passado nacional com uma visita às Aldeias Históricas de Castelo Rodrigo e Marialva.

Aldeia Histórica de Marialva

Pode querer refrescar-se nas maravilhosas águas da Praia Fluvial da Foz do Sabor. Ou encher-se de espanto com as vistas maravilhosas de mais duma dezena de miradouros e baloiços de Torre de Moncorvo. São autênticas varandas sobre os magníficos Lagos do Sabor.

Baloiço e Miradouro de São Lourenço – Lagos do Sabor

Se o Douro for a sua grande paixão, saiba quais são os lugares imperdíveis a visitar no Douro Vinhateiro, como Peso da Régua e Pinhão, e as melhores quintas para experiências durienses memoráveis.

Los Arribes del Duero

Descubra a faceta menos conhecida no Douro Internacional e atreva-se a cruzar a fronteira até ao parque irmão de Los Arribes del Duero.

Restaurantes onde comer em Vila Nova de Foz Coa

Vila Nova de Foz Coa, o que visitar | Roteiro Vale do Coa e Gravuras RupestresNa Capital da Amendoeira brilha a amêndoa, mas há outros produtos de excelência que não pode dispensar quando visitar Vila Nova de Foz Coa. Hoje, no menu temos:

  • Entrada: salada de azedas, salada de acelgas, omeletas de espargos silvestres, enchidos (chouriça, farinheira, alheira, moiro), queijos (ovelha, cabra, amanteigado)
  • Peixes: peixe do rio com batata baqueada, migas de peixe, bacalhau assado com migas de grelos, migas de bacalhau,
  • Carnes: cabrito assado, coelho com pilongras, posta e rodilhão de vitela, lebre e perdiz.
  • Doces: almendrados, súplicas, lampreias de ovo, coscorões, folar, bolas toscas, livradas e picadas.
  • Leve para casa: azeite, mel de rosmaninho, vinho do Douro Superior, enchidos de fumeiro, azeitona, e amêndoa (é claro!)

Bom apetite!

Restaurante Coa Museu: a chave de ouro para fechar uma visita a Vila Nova de Foz Coa, uma refeição de despedida no Restaurante Coa Museu. Com vistas soberbas, serve rica gastronomia regional sempre acompanhada pelos melhores vinhos do Douro Superior. A comida é divinal! (Rua do Museu, 5150-610 Vila Nova de Foz Coa, tel: 932150155)

Petiscaria Preguiça: apesar da estrada sinuosa, nunca há preguiça para aqui voltar. Reserve mesa com muita antecedência porque este restaurante em Mós, junto ao rio Douro, para além das vistas durienses soberbas, serve comida caseira regional deliciosa. E em conta. (Beco Chão-do-Pombal, Mós 5155-401, tel: 279789432)

Vila Nova de Foz Coa: Mapa dos Principais Pontos de Interesse


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do que visitar em Vila Nova de Foz Coa e no Vale do Coa.

Outros artigos de Trás-os-Montes e Alto Douro

Aldeias de Bragança | Bragança | ChavesDouro Vinhateiro | Freixo de Espada à Cinta | Lagos do SaborLamego | Macedo de Cavaleiros | Miranda do DouroMiradouros de Torre de Moncorvo | Mogadouro | Montalegre | Nordeste Transmontano | Parque Natural do Douro Internacional | Parque Natural de Montesinho | Peso da Régua | Pinhão | Turismo Rural Nordeste TransmontanoVale do TuaVila Real | Vilarinho de Negrões 

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.