Visitar Vila Nova de Milfontes: roteiro com o que ver e fazer

Visitar Vila Nova de Milfontes: roteiro com o que ver e fazer

Pela enésima vez, fomos visitar Vila Nova de Milfontes. Plantada à beira do mar, situada na margem norte da foz do rio Mira, é um dos destinos de férias de praia mais agradáveis da Costa Alentejana e a sua popularidade vai muito além das fronteiras de Portugal. É ponto de paragem obrigatório para quem queira explorar o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. Logo, espere um manancial de belezas naturais e atividades outdoor para preencher deliciosos dias de férias.

Visitar Vila Nova de Milfontes: roteiro com o que ver e fazer

Vila Nova de Milfontes atrai-nos como um imane. Continua gira e cheia de coisas boas para se fazer por lá. Quer para uma escapadinha da cidade grande, quer para uma(s) semana(s) de férias de verão. Tem praia de mar e de rio, tem grandes areais e boas ondas. Tem desportos aquáticos, brincadeiras na água e passeios de barco. Tem trilhos para andar a pé, de BTT, de moto4 ou a cavalo. Tem iguarias de comer e chorar por mais, tem bares super animados. Tem charme, tem encanto… Tem brilho!

Visitar Vila Nova de Milfontes: roteiro com o que ver e fazer

Chamam-lhe “a princesa do Alentejo” por causa das belezas naturais que a rodeiam (compete com Vila Viçosa nesse título). Ou a “terra das três mentiras” pois não é(ra) vila, não é nova e muito menos tem mil fontes.

Visitar Vila Nova de Milfontes: roteiro com o que ver e fazer

Para nós, será sempre a “joia do Alentejo”! Dentre o enorme tesouro guardado neste pedaço de Portugal, Vila Nova de Milfontes é uma verdadeira joia encastrada entre o mar e o rio Mira. Um centro super engraçado, de casario branco, portas e janelas debruadas de alegre amarelo e sereno azul, e uma fortaleza com vistas lindas para o rio Mira e a Praia das Furnas. Bonita sem extravagâncias.

Visitar Vila Nova de Milfontes: roteiro com o que ver e fazer

Quando precisar dum pedacinho de paraíso a duas horas de Lisboa, lembre-se da Joia do Alentejo. Pode desligar das pressas, deliciar-se sem remorsos e abandonar-se ao descanso. De corpo e alma.

Sendo um destino ideal para passar umas férias descansadas, saiba o que não pode perder quando visitar Vila Nova de Milfontes, o que ver e fazer, restaurantes onde comer e hotéis onde dormir, entre outras dicas e um mapa interativo.

Na preparação da sua viagem a Vila Nova de Milfontes sugerimos que leia também os seguintes artigos:

Vila Nova de Milfontes: onde fica e como chegar?

Visitar Vila Nova de Milfontes: roteiro com o que ver e fazer

Vila Nova de Milfontes fica no Alentejo, no concelho de Odemira, e integra o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

A forma mais rápida de chegar a Vila Nova de Milfontes é de carro. Fica a duas horas de distância do aeroporto de Lisboa (180 km) e de Faro (130 km). Portanto, se procura refugiar-se num esconderijo do Alentejo, é pegar no carro próprio ou num carro alugado, lavar as vistas com as paisagens até à vila e preparar-se para dias de lazer. Autocarros diários da Rede Expressos ligam Vila Nova de Milfontes às principais cidades portuguesas. Não há ligação de comboio/trem.

Quando visitar Vila Nova de Milfontes?

Visitar Vila Nova de Milfontes: roteiro com o que ver e fazer

Sabe sempre a pouco visitar Vila Nova de Milfontes só no verão, portanto, coloque na sua agenda como um destino de lazer em qualquer época do ano. No verão, vila e praias ficam repletas de turistas. O mau, os preços puxados e as pequenas multidões. O bom, basta pegar no carro e subir até Porto Covo ou descer a costa até à Zambujeira do Mar para se encontrar um cantinho isolado. A Costa Vicentina está pejada de praias e enseadas para banhos de sol, de mar ou apanhar umas ondas.

Visitar Vila Nova de Milfontes: roteiro com o que ver e fazer

No resto do ano tem lugares de sonho para descansar, trilhos para percorrer, as ondas para surfar, a boa gastronomia para provar e lojas originais com coisas super interessantes para comprar. Algumas datas que lhe podem interessar são:

  • as Festas de Nossa Senhora da Graça, a 8 de Agosto em que a imagem da padroeira de Vila Nova de Milfontes sai da igreja matriz e é levada por barcos engalanados a navegar no rio Mira.
  • E ainda o Meo Sudoeste, acontece na Zambujeira do Mar, mas muitos festivaleiros optam por se basear em Milfontes durante os dias do festival de música.

Onde ficar em Milfontes? Sugestões de alojamento

Como destino de férias de verão e escapadinhas de fins-de-semana prolongados predileto dos portugueses, as melhores ofertas de alojamento em Vila Nova de Milfontes esgotam depressa. Portanto, a nossa recomendação é que reserve com antecedência se pretende visitar a vila nessas épocas altas. Dê prioridade alojamentos com boas reviews e que permitam cancelamento gratuito, porque os imprevistos acontecem.

Casa da Eira Boutique Houses

Uma das nossas casas favoritas é a Casa da Eira Boutique Houses em Vila Nova de Milfontes. Localizada a escassos minutos a pé da praia da Franquia, do centro histórico e dalguns dos melhores restaurantes da Costa Vicentina, esta guesthouse é uma espécie de oásis no meio da vila: perto de tudo mas refugiado da confusão da Milfontes da época balnear. Os quartos e apartamentos (até 7 pessoas), todos com varanda, têm uma decoração leve, descontraída e contemporânea. Alguns com vista para o mar e rio.

Pirata hostel Milfontes

Para quem procura uma hospedagem mais económica, mas que prima pela limpeza, conforto e ambiente agradável, o Pirata hostel Milfontes reúne todos estes predicados e mais alguns. Quer opte pela cama em dormitório (só de 4 pessoas) ou pelos quartos duplos/twins com casa de banho privada, as suas necessidades serão satisfeitas.

Clique para ver mais opções de alojamento em Vila Nova de Milfontes

O que ver e fazer?

Visitar Vila Nova de Milfontes: roteiro com o que ver e fazer

Mar a oeste, rio a sul, charneca a norte e montado a este. A oferta do que fazer para quem vai visitar Vila Nova de Milfontes é mais que muita. É acordar de manhã e escolher segundo o mood. O seu e o do clima.

Povoação de brandos costumes, Milfontes não está repleta de monumentos, mas está repleta de atitude. Num par de horas consegue ver os principais pontos de interesse do centro da vila, mas são precisas umas férias para as fantásticas experiências de fazem de Milfontes… a Joia do Alentejo.

Visitar Vila Nova de Milfontes: roteiro com o que ver e fazer
Forte de São Clemente visto da Praia das Furnas – Visitar Vila Nova Milfontes

Comece pelo Forte de São Clemente e respetiva barbacã, o “Castelo de Milfontes”. Cumpriu funções militares defensivas até finais do século XIX. Alvo cobiçado por piratas e corsários, Vila Nova de Milfontes viu o seu forte concluído em 1602 por ordem de D. Filipe II após um dos mais destrutivos e poderosos ataques corsários que destruiu a povoação em 1590.

Visitar Vila Nova de Milfontes: roteiro com o que ver e fazer
Praça da Barbacã – Visitar Vila Nova de Milfontes

Mesmo em frente, naquela que é conhecida como a Praça da Barbacã, encontra a homenagem aos aviadores Brito Paes e Sarmento Beires, autores do grande feito de aviação da primeira travessia aérea de Portugal a Macau.

Na mesma praça, a calçada portuguesa é adornada com uma rosa-dos-ventos e a planta do forte dedicado a São Clemente, o santo padroeiro dos marinheiros.

Visitar Vila Nova de Milfontes: roteiro com o que ver e fazerAs vistas panorâmicas são a melhor razão para passear aqui, principalmente ao fim do dia. Outra boa razão é o acesso ao cais de embarque dos barquinhos que, durante o verão, atravessam o rio Mira para levar os veraneantes à bela Praia das Furnas.

Visitar Vila Nova de Milfontes: roteiro com o que ver e fazerNo sentido contrário, o passadiço vai dar a um miradouro com uma das melhores vistas sobre Praia da Franquia, no centro do qual está uma coluna encimada por uma estátua de Santo António.

Praia da Franquia – Visitar Vila Nova de Milfontes

Percorrer a Avenida Marginal até ao Farol de Milfontes é um rito a cumprir. Bom para um passeio relaxante ao fim do dia, bom para a hora de exercício matinal, bom para ver o ambiente e escolher a praia onde estender a toalha: na praia da Franquia ou na praia do Farol deste lado do rio, nas Furnas do outro lado.

Estátua do Arcanjo, junto ao Farol – Visitar Vila Nova de Milfontes

Chegados ao farol, somos servidos com mais vistas panorâmicas apaixonantes, da vila, das praias e da paisagem. A Praia do Farol é um chamariz para um mergulho de mar, difícil de resistir. Na maré baixa, fica a descoberto uma peculiar, e muito fotogénica, formação rochosa que origina centenas de mini piscinas com vida marinha.

Depois adentre-se pela castiça vila, alva como a cal, como pertence a uma vila típica do Alentejo. Deambule pelas castiças ruelas do centro histórico, onde vai encontrar a Igreja de Nossa Senhora da Graça, as esplanadas do Largo do Rossio, as lojinhas cheias de graça da Rua Custódio Brás Pacheco. Ao fim do dia há restaurantes para satisfazer todos os paladares e bares com propostas interessantes para sair à noite – imperdível!

Igreja de Nossa Senhora da Graça – Visitar Vila Nova de Milfontes

Vila Nova de Milfontes: mapa dos principais pontos de interesse


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa dos principais pontos de interesse a visitar em Vila Nova de Milfontes

O que visitar perto de Vila Nova de Milfontes?

Tem que atravessar o rio Mira, quer usando a ponte quer usando o barco. A razão é muito simples: desfrutar das belas paisagens do rio Mira, da foz e da vila, principalmente fazendo um passeio de barco. Depois, vá conhecer uma das mais belas praias de Portugal: a Praia das Furnas.

Sabia que a primeira etapa do Trilho dos Pescadores da Rota Vicentina começa em Porto Covo e termina Vila Nova de Milfontes? Milfontes é assim um destino de caminhadas e pedestrianismo de excelência, com um manancial de trilhos para explorar.

Passadiços da Praia do Malhão – Visitar Vila Nova de Milfontes

Quer para norte quer para sul, a linha de costa esconde praias selvagens deliciosas, umas boas para banhos de sol e mar, outras para banhos revigorantes da alma. Somam-se praias com trunfos. Para norte fica a soberba Praia do Malhão. Para sul, embora não pertença à freguesia de Milfontes, a incontornável Praia de Almograve. Podem não ter o troféu da sua vizinha Praia das Furnas, mas em formosura não lhe ficam atrás.

Porto das Barcas – Visitar Vila Nova de Milfontes

Vila Nova de Milfontes como vila costeira é, obviamente, uma terra de pescadores. Por isso, tem um local para guardar as embarcações. Não, não falamos do Cais da Fateixa para os barcos de passeio. Falamos do Porto das Barcas. É um pretexto para um passeio de fim de dia aliando a vista única ao pôr-do-sol com um jantar de marisco ou peixe fresco

 

Dica VagaMundos: ao visitar Vila Nova de Milfontes, recomenda-se um passeio de barco pelo rio Mira, obviamente. No Cais da Fateixa há excursões que sobem o rio até à cidade de Odemira, com tempo para visita da cidade sede de concelho e um guia que explica a forte ligação entre a vila e o rio, a biodiversidade da vida marinha e a cultura ribeirinha.

Para os mais ousados, há empresas que fazem passeios e aventuras em veículo todo-o-terreno. É só dizer se prefere costa ou serra. Esqueceu-se da prancha em casa? Não se apoquente. Ao longo da marginal encontra escolas de surf que alugam material para diversos desportos aquáticos.

Pego das Pias

Uma das maiores maravilhas da natureza do concelho de Odemira é o fantástico Pego das Pias, onde a Ribeira do Torgal passa pela garganta estreita formada pelas rochas (uma espécie de mini Portas de Rodão). Para chegar a este pequeno paraíso alentejano, que parece recortado de outras paragens, terá de fazer uma pequena caminhada. São cerca de 2 km, ida e volta, portanto, acessível a toda a família. Há quem aproveite para banhos e mergulhos, mas é muito perigoso por causa das rochas. Antes do Pego das Pias, há zonas na ribeira com menos perigos.

Rocha de Água de Alto – Visitar Vila Nova de Milfontes
Dica VagaMundos: a cerca de 10 km de Vila Nova de Milfontes esconde-se um dos maiores segredos da Costa Vicentina: a Cascata da Rocha de Água de Alto, vulgarmente apelidada de Cascata de Vila Nova de Milfontes. A Rocha de Água de Alto é uma imponente parede natural de rocha, com quase 30 metros de altura que, após umas valentes chuvadas, se transforma numa enorme queda de água. Posto isto, escusado será dizer que é preciso alguma sorte para a ver com água e não se livra duma pequena caminhada. Saiba onde fica e como chegar à Cascata da Rocha de Água de Alto lendo o nosso roteiro da Costa Vicentina.

Melhores praias em Vila Nova de Milfontes

Praia das Furnas

Campeã das 7 Maravilhas – Praias de Portugal, a Praia das Furnas parece que foi feita para agradar os desejos de algum deus caprichoso. E sete devem ter sido os desejos da divindade: mar transparente, rio plácido, areia fina, duna dourada, verde luxuriante, enquadramento natural selvagem e sol sem limites. Só se esqueceu de pedir águas quentinhas, mas nós perdoamos. Este areal espaçoso junta o melhor de dois mundos: praia de mar e praia de rio. Basta apanhar o barco ao fundo das escadinhas do forte. Ótima para deixar as preocupações para trás das costas.

Praia da Franquia

Muito frequentada por famílias por causa das águas calmas, esta praia é uma velha conhecida de todos os que já puseram os pés em Vila Nova de Milfontes. As águas são salgadas vindas do mar, mas a calmia é do estuário do rio Mira. Tem condições muito favoráveis à prática de windsurf e stand-up paddle. Boa ainda para ensinar os mais pequenos a nadar. Quando chegar ao fim da aula, é mudar a preguiça da toalha de praia para a cadeira na esplanada dum dos bares da praia. Como recusar uma bebida fresquinha depois de tanta trabalheira?

Praia do Farol

Praia do Farol estende areia dourada ao redor do promontório do farol e está localizada na foz do estuário do rio Mira. Pela proximidade da vila e parecida com a Praia da Franquia, ainda calma e protegida dos fortes ventos e ondas, também atrai muitas famílias. Mas alertamos que requer alguma atenção e cuidado com a correntes das marés. Já atrai mais casais e jovens que querem ondas de mar, alguma privacidade e uma vibe mais cool. É uma praia bastante cénica, com o quebra-mar do rio à frente e o monte que alberga o farol, que lhe deu nome, nas costas. Supervisionada durante a época balnear, tem o excelente Restaurante A Choupana com serviços de apoio (e ótimo para um jantar romântico). Na maré baixa, há muito com que entreter os miúdos (e o graúdos) quando o afloramento rochoso fica a descoberto e se transforma num pequeno aquário de observação repleto de (frágil) vida marinha.

Praia do Carreiro das Fazendas

Ainda que muito perto de Vila Nova de Milfontes, é uma praia selvagem, quase intocada e sem serviços de apoio. Cercada de dunas de areia, só quem se dá ao trabalho de fazer a caminhada a pé, pelas areias até ao mar, é que acede a esta praia tão cénica. Na hora de pensar em banhos de sol e mar, e brincadeiras com os miúdos, pense duas vezes. Conte com ventos a passear-se pelas dunas de areia e as ondas ritmadas do Atlântico a quebrar no areal. Apesar de frequentada por alguns surfers e bodyboarders, a prática é desaconselhada por causa das rochas que se escondem no fundo do mar.

Praia do Patacho

Mais para o passeio do que para um dia de praia, a Praia do Patacho é conhecida pelo navio naufragado enferrujado que ali repousa há mais de duas décadas. Completamente exposta aos elementos, a praia é totalmente selvagem, coberta de rochas, pedras e cascalho. Interessante de conhecer pela beleza rude, mas desaconselhável a banhos de sol ou mar.

Praia do Malhão

Dois fenómenos geológicos conferem à praia do Malhão uma beleza única. Delimitada a este por um cordão dunar e a sul pelas Galés, umas formações rochosas que impõem respeito, a praia do Malhão é uma das mais surpreendentes praias da Costa Vicentina. Só não dizemos de toda a Costa Alentejana porque o Malhão tem adversários de peso.

Tem uma rede de passadiços que não pode perder. Facilitam a descida pela arriba à Praia do Malhão e a mais duas enseadas maravilhosas, um delas a eleita dos naturistas. Dos miradouros no topo da falésia há vistas panorâmicas que deixam qualquer visitante pasmado. E para norte estão metros e metros de areia fina a perder de vista que só para na Praia dos Aivados, onde a areia passa a pedras rolantes. (Não, não são seixos. São pedregulhos mesmo!)

Praia dos Aivados

E já que falamos da Praia dos Aivados, saiba que é uma das praias selvagens prediletas dos surfers, a uns 15 km a norte de Vila Nova de Milfontes. A localização isolada, as estradas de terra batida de difícil acesso e o areal coberto de pedras rolantes, desanimam os veraneantes. Mas animam os surfers mais experientes pois ainda podem contar com ondas num leito de mar limpo de rochas. No entanto, as correntes são fortes e não há vigilantes salva-vidas nem serviços de apoio – o mais perto está a 2 km na Ribeira da Azenha. Portanto nunca surfes sozinho. Embora seja ilegal, apanham-se por lá muitas autocaravanas e campistas.

Mapa do que visitar perto de Vila Nova de Milfontes


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do que visitar em redor de Vila Nova de Milfontes

Restaurantes onde comer

Para além de tudo o que já foi mencionado, uma das melhores (e a mais saborosa) razões para visitar Vila Nova de Milfontes é a maravilhosa gastronomia. Há inúmeros restaurantes onde comer se pode tornar um vício. Do petisco com produtos regionais alentejanos às mariscadas, da cozinha tradicional portuguesa à cozinha inovadora com inspiração internacional, há muita e variada oferta e não faltam bons restaurantes pela vila e arredores. Convém é reservar com antecedência.

Tasca do Celso

Conte com especialidades alentejanas, desde o petisco para picar à pratada de carne ou peixe de qualidade. Pode é precisar de ajuda com a carta de vinhos. Serviço, atendimento e qualidade de topo, o único senão é a conta. Os preços são um pouco salgados.

Rua dos Aviadores (+351) 283 996 753

O Pátio Alentejano

Não se deixe enganar pela entrada pequena. Lá atrás há um pátio com espaço para uma pequena multidão e as doses são generosas. No menú encontra salada de polvo, ovos com linguiça, choco frito e carne de porco com migas, só para amostra. Vá com fome.

Rua do Pinhal Nº4 (+351) 283 997 164

O Amândio

É uma referência na região e fica a caminho da praia dos Aivados. Um paraíso de sabores que conta já com 100 aninhos. Venham mais 100 de grelhados de babar: carnes suculentas, peixes frescos e fruta cortada na hora. Comida caseira saborosa que deixa saudades.

Ribeira da Azenha (+351) 269 905 277

A Choupana

Um pôr-do-sol sobre o mar com um belo grelhado e um copo de bom vinho alentejano, faz qualquer pessoa esquecer que exista outra vida. O peixe fresco grelhado leva elogio rasgado. A localização de sonho tem um preço, mas vale cada segundo da vista arrebatadora.

Praia do Farol (+351) 283 996 643

À Fateixa

Ambiente familiar, refeições sem mordomias, ótimo para petiscar à tarde a beber uma fresquinha e a mirar o rio Mira, tem que ser neste “tasco”, velho conhecido nosso.

Largo do Cais (+351) 283 996 415

Outros artigos do Alentejo

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na World Nomads ou na IATI Seguros. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela IATI use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog "VagaMundos" a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.