Visitar Vilarinho de Negrões | Montalegre: a península encantada do Alto Rabagão

Visitar Vilarinho de Negrões | Montalegre: a península encantada do Alto Rabagão

Visitar Vilarinho de Negrões é entrar no mundo singular duma das aldeias mais bonitas de Portugal, pelo enquadramento natural de rara beleza em que se insere.

A aldeia de granito estende-se ao longo duma península formada pela albufeira da Barragem do Alto Rabagão. Este espelho de água, de azul intenso ou negro como breu, dependendo dos humores do céu, está rodeado de serras revestidas de penedos e vegetação.

Visitar Vilarinho de Negrões | Montalegre: a península encantada do Alto RabagãoA Serra do Barroso cresce a sul, escondida por trás do Alto de São Domingos, aos pés do qual se situa a aldeia. A Peneda-Gerês vislumbra-se a oeste. Do outro lado do lago ergue-se a Serra do Facho com as torres eólicas no seu alto. A nordeste, a Serra do Larouco, a terceira mais alta de Portugal Continental, surge como uma miragem distante, mas sempre presente, estendendo-se até terras de Espanha.

Visitar Vilarinho de Negrões | Montalegre: a península encantada do Alto RabagãoSe os recortes da margem da Albufeira do Alto Rabagão são, já de si, uma visão de singular beleza, a aldeia de Vilarinho de Negrões surge no horizonte como a sua pedra preciosa mais brilhante e singular. Pode ter pouco para ver mas é uma fonte de sensações. Dependendo do ponto de vista, tanto nos dá uma ilusão de ilha flutuante como de península encantada. Pode ter perdido o galardão das 7 Maravilhas Aldeias de Portugal na categoria de Aldeias Ribeirinhas para Dornes, a Terra Mítica dos Templários, mas ninguém lhe nega o prémio de fotogenia.

Visitar Vilarinho de Negrões | Montalegre: a península encantada do Alto Rabagão

Onde fica e como chegar a Vilarinho de Negrões?

Vilarinho de Negrões integra a freguesia de Negrões, do concelho de Montalegre em Trás-os-Montes, mais especificamente as Terras de Barroso. Vilarinho de Negrões fica a hora e meia de distância de Braga e a duas horas de distância do Porto.

A melhor forma de chegar a Vilarinho de Negrões é de carro, através da Estrada Nacional 103. Entrando pelo lado oeste, é tomar a N103 até Pisões e aí tomar a M520 à direita em direção a Negrões (a partir daqui encontra placas), percorrer o troço rodoviário da Barragem do Alto Rabagão/Barragem de Pisões e, no fim do troço da barragem, virar à esquerda no primeiro cruzamento. Sete quilómetros à frente, encontra Vilarinho de Negrões. Não há que enganar.

Para quem vem de leste, pela N103, em Barracão tome a direção para Morgade / Negrões pela M525, e siga sempre em frente até Vilarinho de Negrões.

O que visitar em Vilarinho de Negrões?

Visitar Vilarinho de Negrões | Montalegre: a península encantada do Alto RabagãoÉ nos lugares mais remotos de Portugal que se escondem verdadeiros tesouros. Como não resistimos aos encantos de Portugal, “um País de Maravilhas” como gostamos de o apelidar, lá partimos á descoberta de mais um. Fomos visitar Vilarinho de Negrões, a princesa do Alto Rabagão. Mesmo avisados, caímos de amores.

Aquando da construção da Barragem do Alto Rabagão, Vilarinho de Negrões não foi engolida pelas águas da albufeira por um triz. Ainda assim, quando a albufeira atinge a cota máxima, a aldeia parece uma “jangada de pedra” a flutuar nas águas. No verão, as águas descem e a aldeia fica orlada por uma auréola de areia, à guisa de praia fluvial. Um convite para contrariar os dias quentes? Sem dúvida.

Visitar Vilarinho de Negrões significa entrar na intimidade duma aldeia adormecida, no mundo mágico do silêncio rural. Rústica e pitoresca. Pequena, humilde e genuína.

Visitar Vilarinho de Negrões | Montalegre: a península encantada do Alto RabagãoEm meia hora percorre-se a rua principal, do restaurante na beira da estrada à orla da água da albufeira. Dum lado e doutro da rua, estreita e desalinhada, estende-se o casario de pedra. De granito, que aqui abunda. A grande maioria das casas preserva essa face, resistindo à operação plástica do revestimento de reboco e tinta. Só não resistiram à substituição dos telhados de colmo, que eram típicos desta região, pela telha vermelha. Por necessidade, não por modernice.

Entre as casas de dois pisos, as de habitação, surgem as casas térreas, para os animais, para arrumo das alfaias, para a tulha das batatas, para a palha… Ainda há vida dentro das mais alindadas: vasos e canteiros de flores nas escadas de granito, a roupa estendida na corda, o cão à porta. Outras, foram votadas ao fatídico abandono, fruto do despovoamento e envelhecimento da população que assola estas terras pequenas do interior.

Tirando uma ou outra casa mais rica, destacam-se a Capela, as fontes, os tanques fazendo as vezes de lavadouro e bebedouro dos animais, as alminhas e um relógio de sol que, há muito, se esqueceu da sua função. Em diferentes estados de conservação, há ainda os castiços e típicos espigueiros, que aqui se chamam canastros.

Visitar Vilarinho de Negrões | Montalegre: a península encantada do Alto RabagãoNa curta deambulação ainda é possível cruzar-se com um casal de anciãos ocupados pelos afazeres diários a que a vida obriga e a idade avançada permite. “O caminho está bô para afiar pneus” diz-nos uma aldeã com os seus 80 anos bem encaminhados. O homem vai à frente, a arrebanhar as vacas que têm de se levar ao lameiro. “Aquete-se, ela não fai mal.”

Visitar Vilarinho de Negrões | Montalegre: a península encantada do Alto RabagãoA visita à aldeia de Vilarinho de Negrões termina à beira da água. É inevitável e a grande razão da beleza rara (inegável) que rodeia esta singela aldeia transmontana. Esta frescura e este espelho de água são uma bênção, contrastando com a paisagem árida. No meio da água há penedos que se fizeram ilhas.

Em redor, montanhas pontilhadas pelas manchas verdes da vegetação e os mosaicos de tons terra dos campos lavrados. Da orla esbranquiçada que as águas baixas puseram à vela, contemplamos tudo com a mente limpa de distrações e sai-nos disparado aquele lugar-comum: que bem que se está no campo!

O que ver e fazer perto de Vilarinho de Negrões?

Quando visitar Vilarinho de Negrões aproveite para descobrir os prodígios destas Terras de Barroso. E olhe que não são poucos. A região transmontana é ainda uma lição da cultura tradicional comunitária das suas povoações com usos e costumes que reuniam as populações à volta do trabalho, da mesa ou da diversão: malhadas, cegadas e carradas dos cereais; o couto, o forno e o boi do povo; jogos populares, chegas de bois e matanças.

Albufeira do Alto Rabagão

A sede da freguesia, Negrões, em quase tudo igual a Vilarinho, orgulha-se do seu forno comunitário integralmente feito de granito. Faça-se à estrada e contorne toda a Albufeira do Alto Rabagão, contemple os recortes do lago de todos os pontos cardeais. Ouse horizontes mais altaneiros e pasme-se com os Cornos das Alturas da Serra do Barroso, coisas levadas da breca que só a natureza sabe fazer. Passe no meio dos chifres, numa visita à aldeia das Alturas do Barroso.

7 Lagoas do Gerês

Ali mesmo ao lado, está a “face” mais desconhecida e secreta das paisagens do Parque Nacional da Peneda-Gerês, cujos maravilhas atraem como mel e deslumbram como poucas. Parta à aventura em trilhos pedestres desafiantes. Maravilhe-se com as cascatas singulares de Pincães, de Cela Cavalos ou das 7 Lagoas.

Mosteiro de Santa Maria das Júnias – Pitões das Júnias

Regresse às origens numa visita às aldeias, como a desconhecida aldeia comunitária de Fafião, onde homem e lobo foram viscerais inimigos, e onde se esconde o idílico Poço Verde do Gerês. Ou a mítica Pitões das Júnias, cujas enigmáticas ruínas do Mosteiro de Santa Maria das Júnias e a fabulosa Cascata de Pitões atraem tantos visitantes. Levante o véu das lendas, onde até o diabo meteu a mão, como na Ponte da Misarela que une as margens do rio Rabagão, pouco antes deste engrossar o Cávado.

Castelo de Montalegre

Obviamente que não pode falhar uma visita a Montalegre, Capital do Barroso. A vila transmontana é famosa pela deliciosa gastronomia onde reina o fumeiro, pelas mediáticas Sextas-Feiras 13 culminando nas efusivas Noites das Bruxas, e pela Medicina Tradicional.

Onde ficar a dormir em Vilarinho de Negrões? Sugestões de alojamento

Imagine ter todo o vagar do mundo em sossego e aconchego. Esta região é um refúgio perfeito para quem quer distanciar-se da azáfama citadina, descansar das preocupações, e tirar proveito dos benefícios dum alojamento em ambiente rural. Mas a oferta não é vasta, incide mais na categoria das casas de férias, o que faz com que, em muitos casos, os preços só compensem para famílias ou grupos de amigos.

Mesmo em Vilarinho de Negrões será difícil ficar a dormir. Não encontramos nenhum alojamento na aldeia. Mas em redor da Albufeira do Rabagão existem algumas casas de Turismo Rural bem cotadas pelos hóspedes.

Em Negrões, bem ao lado de Vilarinho, as Casas da Avelã Brava resultaram duma casa rústica restaurada com comodidades modernas. Recebem grandes elogios pela funcionalidade e por estarem preparadas para aconchegar no inverno e refrescar no verão. Ideal para um casal, mas uma família com dois pequenotes também se acomoda bem.

Um pouco mais longe, mas numa envolvente natural estupenda, há opção de ficar num bungalow individual no Ninho da Avó (Luísa, que mima os hóspedes como poucos) em Vila da Ponte, a meio termo entre as duas barragens do Rio Rabagão: a do Alto Rabagão e a da Venda Nova.

Do outro lado da albufeira, em Travassos da Chã, a Casa do Alto Montalegre é uma casa de férias, também rústica e restaurada com comodidades modernas, que pode albergar até 10 pessoas.

A vila de Montalegre tem mais alguma oferta de alojamento. Pode preferir a comodidade de estar perto de mais serviços e restaurantes para lhe facilitar a logística da sua visita a Vilarinho de Negrões e às Terras de Barroso.

A Casa do Cerrado é já um clássico em Montalegre e para uma família grande ou grupo de amigos (a casa tem ocupação máxima de 10 pessoas) será sempre um valor seguro: inclui um pequeno-almoço excecional.

Para um casal, compensa mais um quarto na guesthouse Casa da Avó Chiquinha que garante conforto com o bónus duma piscina exterior com terraço.

Clique para ver mais opções de alojamento em Montalegre

Vilarinho de Negrões: Mapa dos Principais Pontos de Interesse na Aldeia e Arredores


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa dos principais pontos de interesse de Vilarinho de Negrões e arredores.

Outros Roteiros do Norte de Portugal

Arcos de Valdevez | BarcelosBragaChaves | Douro Vinhateiro | Gerês | GuimarãesLamego | Macedo de Cavaleiros | MelgaçoMontalegrePeso da Régua | Pinhão | Pitões das Júnias | Ponte da BarcaPonte de LimaPortoPasseios Perto do PortoSerra da FreitaViana do Castelo

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na World Nomads ou na IATI Seguros. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela IATI use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog "VagaMundos" a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.