Poço Verde | Fafião – Gerês: trilho para ir às lagoas do rio Fafião

Poço Verde | Fafião – Gerês: trilho para ir às lagoas do rio Fafião

O profundo vale do rebelde rio Fafião, no concelho de Montalegre, guarda algumas das maravilhas naturais mais deslumbrantes (e secretas) do Gerês. Entre elas está o paradisíaco Poço Verde, uma das pérolas mais cintilantes do Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Esta idílica lagoa de tons esmeralda é alimentada pelas cristalinas águas do rio Fafião (também chamado de rio Toco) e fica situada nos arredores da aldeia de Fafião, numa das zonas mais selvagens e apaixonantes do Gerês.

Poço Verde | Fafião – Gerês: trilho para ir às lagoas do rio FafiãoEscusado será dizer que para visitar o Poço Verde do Gerês não existe outra alternativa a não ser ir a pé. Mas, acredite, é um pequeníssimo preço a pagar para ir conhecer este autêntico pedacinho de paraíso na terra, escondido no norte de Portugal. Até porque a caminhada está longe de ser muito longa.

Poço Verde | Fafião – Gerês: trilho para ir às lagoas do rio Fafião
Miradouro de Fafião – um dos locais que pode visitar quando for descobrir o idílico Poço Verde

Do centro da aldeia de Fafião até ao Poço Verde só terá de percorrer sensivelmente 2,5 km (5 km ida e volta), seguindo sempre por estradão de terra batida. A única dificuldade do percurso é mesmo a subida de regresso do Poço Verde, em que terá de superar aproximadamente 100 metros em apenas 1 km. Mas, com as arrebatadoras paisagens do Gerês Transmontano como pano de fundo, vai ver que não custa (quase) nada.

Poço Verde | Fafião – Gerês: trilho para ir às lagoas do rio Fafião
É no fundo deste vale que se esconde o Poço Verde.

É importante ter em atenção que o trilho que conduz ao Poço Verde não se encontra de todo marcado (nem sequer vai encontrar qualquer tipo de placas indicativas do Poço Verde). Mas se seguir as nossas indicações, vai ver que é canja dar com esta maravilhosa lagoa do Gerês.

Poço Verde | Fafião – Gerês: trilho para ir às lagoas do rio Fafião
Poço Verde do Gerês – o paraíso não pode andar muito longe disto!

Nas secções seguintes deste artigo partilhamos consigo uma breve descrição do trilho (para que saiba ao que vai), informação e dicas práticas sobre o percurso pedestre que liga Fafião ao Poço Verde, o que visitar em Fafião para além do Poço Verde, onde ficar a dormir e, ainda, o mapa e a rota GPS para download do Trilho do Poço Verde do Gerês.

Clique para ler o nosso Guia e Roteiro do Gerês

Descrição do Trilho do Poço Verde do Gerês e o que visitar em Fafião

Fafião é uma autêntica aldeia de vida comunitária, de usos, costumes e tradições. Ainda se pratica a vezeira, regra comunitária que determina que pastor há-de guardar o vivo da aldeia à vez, lá pela montanha, orientados pelas mariolas. E é precisamente percorrendo esses recônditos trilhos de pastores que se encontram os maiores segredos do Gerês.

Fafião – Terra de Lobos

Em nossa opinião o melhor ponto para começar o trilho até ao Poço Verde é precisamente no centro da aldeia de Fafião, até porque, assim, aproveita para a conhecer. Caso queira poupar um pouco as pernas, pode sempre arrancar junto ao parque de merendas que fica no topo da aldeia, logo após o campo de futebol. Deste modo, encurta o percurso em sensivelmente 1 km, ou seja só terá de percorrer 4 km para ir até ao Poço Verde (ida e volta). Como bónus ainda se livra da empinada subida entre o centro da aldeia e o parque de merendas.

Vale por onde corre o rio Fafião

Logo após o parque de merendas vai encontrar uma bifurcação. Na verdade é possível ir até ao Poço Verde por ambos os caminhos mas nós recomendamos que opte por ir pelo caminho da direita. É certo que é ligeiramente mais longo mas tem um piso muito mais regular, pois segue sempre por estradão de terra batida.

Poço Verde | Fafião – Gerês: trilho para ir às lagoas do rio Fafião

Poucos metros à frente irá encontrar uma estrada à sua esquerda, pela qual deve seguir descendo até ao fundo do vale do rio Fafião. Quando avistar a ponte que atravessa o rio Fafião está bem perto do Poço Verde. Esteja atento a um caminho florestal à sua esquerda e é precisamente por aí que deve seguir até chegar ao Poço Verde (por esta altura já o terá avistado por entre as árvores que ladeiam o estradão).

Agora é desfrutar das cristalinas e refrescantes águas do Poço Verde, que depois da caminhada, bem o merece.

Poço Verde | Fafião – Gerês: trilho para ir às lagoas do rio Fafião
Pequena Lagoa no rio Fafião – um piscina natural “privada”
Dica VagaMundos: para além do Poço Verde é possível visitar mais uma série de pequenas lagoas e cascatas do rio Fafião. Para tal, basta vestir o seu fato de explorador e ir caminhando (ou melhor dizendo, galgando) pelas pedras que cobrem o leito do rio. As lagoas são bem mais pequenas do que o Poço Verde, mas são igualmente mais recatadas, ou seja, tem altas probabilidades de as ter só para si. Contudo, tenha em atenção que o caminho é muito perigoso e que em dias de chuva é totalmente desaconselhado, visto que as rochas ficam extremamente escorregadias e o perigo de queda é brutal. Escusado será dizer que não é de todo aconselhável para se fazer com crianças!
Miradouro de Fafião

No regresso a Fafião não deixe de dar um pulinho no polo do Ecomuseu do Barroso – Vezeira e a Serra, de visitar o novíssimo e instagramável Miradouro de Fafião (está sinalizado com placa e fica no alto do monte junto ao parque de merendas de Fafião) e o impressionante Fojo do Lobo de Fafião, o maior do Gerês.

Vista sobre o Fojo do Lobo de Fafião

Feche a sua caminhada com uma visita a esta estrutura que, outrora, foi utilizada pelos locais para caçar os lobos que atacavam o gado. Agora percebe porque há um “lobo a uivar à lua” imortalizado numa escultura no outro miradouro de Fafião, com vistas sobre a Albufeira de Salamonde, antes de chegar à aldeia.

Esmagadora paisagem do Trilho da Vezeira de Fafião
Dica VagaMundos: a caminhada soube-lhe a pouco e gosta de trilhos verdadeiramente desafiantes? Então vá percorrer o Trilho da Vezeira de Fafião, que se desenvolve numa das zonas mais selvagens do Gerês, por caminhos utilizados pelos pastores para levar o gado de toda a aldeia para pastar nos terrenos baldios das serras durante os meses mais quentes do ano. O trilho tem 19 km de extensão e é de nível de dificuldade difícil, logo, só é aconselhável a caminhantes mais experientes. Clique para mais informações sobre o Trilho da Vezeira de Fafião e e para descarregar o track GPS para levar no seu smartphone.

Poço Verde do Gerês – Fafião: como ir, dicas práticas para o percurso pedestre, mapa, altimetria e download/descarga de ficheiros em formato GPX / KML para Google Earth, GPS e Smartphone

Como chegar ao Poço Verde?

Como já referimos atrás, o Poço Verde do Gerês fica localizado junto à aldeia de Fafião, no concelho de Montalegre, a sensivelmente 400 km de Lisboa e a somente 100 km do Porto.

Para quem vem de Lisboa, basta apanhar a autoestrada A1 e A3 até Braga e a partir daí tomar a estrada N103 até Salamonde. Uma vez lá siga, pela estrada municipal (EM103-4) que conduz à Central Hidroelétrica da Barragem de Salamonde que terá de atravessar e posteriormente pela CM1361 até chegar à aldeia de Fafião.

Se vem do Porto a viagem é bem mais curta. Apanhe a A3 até Braga e a partir daí tome a estrada N103 até Salamonde. Uma vez lá siga, pela estrada municipal (EM103-4), atravesse a Barragem de Salamonde e posteriormente tome a CM1361 até chegar à aldeia de Fafião. Não há que enganar!

Clique para conhecer os melhores Trilhos do Gerês

Informações Práticas

  • Distância: 2,5 km (5 km ida e volta). Se começar junto ao Parque de Merendas de Fafião, poupa 1 km, ida e volta.
  • Circular: não
  • Dificuldade Técnica: Fácil
  • Local de Partida/Chegada: Aldeia de Fafião

Quando ir ao Poço Verde do Gerês?

Pode visitar o Poço Verde do Gerês em todas as estações, mas o final da primavera e o verão são, de longe, a melhor altura para quem quer desfrutar de uns refrescantes mergulhos no Poço Verde ou nas pequenas lagoas do rio Fafião. Como o trilho é todo em terra batida, tenha em atenção que em dias de chuva ou nos dias posteriores a fortes chuvadas, vai encontrar lama e piso escorregadio, o que acarreta perigos adicionais. Evite visitar o Poço Verde nesses dias, é o nosso conselho.

O que levar?

  • Mochila leve e confortável;
  • Calçado adequado a caminhadas (apesar do percurso ser quase todo em estradão de terra batida, ir de sandálias ou chinelos de dedo pelo caminho não é grande ideia. Leve esse calçado na mochila se o quiser utilizar no Poço Verde);
  • Comida e bebida para fazer um picnic (não há cafés no Poço Verde. É um local 100% Into the Wild);
  • Impermeável/capa de chuva (não se esqueça que está no Gerês, logo, a não ser que vá no verão, pode sempre chover. E mesmo assim nunca se sabe quando é que o São Pedro manda uma senhora duma trovoada);
  • Protetor solar, óculos de sol e chapéu;
  • Uma máquina fotográfica ou um smartphone para registar os melhores momentos da caminhada e dos mergulhos no Poço Verde;
  • E o mais importante: um saco para trazer consigo o seu lixo.
Dica VagaMundos: para nós, multidões e natureza não combinam. Se pensa da mesma forma, evite ir ao Poço Verde durante os fins-de-semana de verão. Assim não estraga a experiência!

Mapa e rota GPS do Trilho de Fafião ao Poço Verde | Gerês


Clique no canto superior direito par aumentar o mapa com o trilho de Fafião ao Poço Verde do Gerês

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Altimetria do Trilho do Poço Verde | Gerês

Onde ficar quando for visitar o Poço Verde do Gerês?

Hotel Rural Misarela

Procura os benefícios dum hotel 4 estrelas em ambiente rural? O Hotel Rural Misarela, em Sidrós, responde na perfeição. Fica a cerca de 11 km da aldeia do Fafião e, para além de ter quartos extremamente espaçosos e confortáveis, oferece ainda um pequeno-almoço fabuloso e uma piscina exterior. Como bónus tem ainda o Trilho e a Ponte de Misarela mesmo ao lado. Assim aproveita e conhece outro recanto mágico do Gerês.

Quinta do Bento

A Quinta do Bento fica um pouco mais longe do Fafião, a 18 km, mas também apresenta uma relação qualidade-preço estupenda. Tem também uma fantástica piscina e um pequeno-almoço capaz de destruir a mais inabalável das dietas. As vistas da propriedade para a Barragem da Caniçada são mesmo de cortar a respiração. É uma excelente base se quiser somar o Trilho das 7 Lagoas do Gerês e uma visita às Cascatas de Pincães e Tahiti.

Clique para ver mais opções de alojamento perto de Fafião

Quer descobrir mais lagoas e cascatas do Gerês? Então não deixe de ler o nosso artigo das Melhores Cascatas do Gerês. Vai encontrar locais verdadeiramente mágicos para dar um mergulho!

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na World Nomads ou na IATI Seguros. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela IATI use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog "VagaMundos" a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.