Visitar Lagos, Algarve – Guia e Roteiro com o melhor de Lagos

Guia e roteiro de Lagos Algarve

Lagos, histórica, cultural, despreocupada e animada. Venha daí connosco conhecer esta pérola do Algarve.

Lagos tem uma miríade de coisas para oferecer aos seus visitantes, principalmente para quem procura um destino que alia história e veraneio na perfeição. Tal simbiose não podia ficar em segredo muito tempo e, presentemente, Lagos é um dos destinos turísticos do Algarve mais populares, tanto para os portugueses como para os estrangeiros.


Se procura a praia perfeita não deixe de ler o artigo As Melhores Praias do Algarve


Praia da Dona Ana em Lagos

Porquê visitar Lagos?

Por um lado, Lagos preserva a arquitetura típica algarvia nas suas ruas e ruelas encantadoras que apetece calcorrear a pé. O casario que se estende colina acima preserva atrativos detalhes arquitetónicos para o deleite dum olhar atento. A própria cidade transpira uma sensação de calma e tranquilidade com um ritmo de vida lento e despreocupado. A zona pedonal do centro histórico é das mais agradáveis das cidades algarvias. E tudo isto rodeado pelas seculares muralhas e torreões.

roteiro lagos

Por outro lado, Lagos possui uma vibrante vida artística com muita animação de rua e animação noturna. Soma-se o convite descarado ao “dolce fare niente” numa das inúmeras e soalheiras esplanadas de rua. E não faltam as praias premiadas internacionalmente para estender a tolha e trabalhar para o bronze.

guia de viagem lagos

Muito mais do que praias, Lagos reúne património histórico-cultural português de exceção. As origens são celtas. Fenícios, gregos e cartagineses passaram por aqui, pela cidade celta de Lacóbriga. Os mouros sentiram que o nome Zawaia lhe assentava melhor. Independentemente dos povos ou toponímia, a verdade é que todos eles viam em Lagos o seu potencial económico. E no século XV, o Infante Dom Henrique viu nela o potencial marítimo. Central para os Descobrimentos Portugueses, esta foi a capital do Reino do Algarve donde partiram as nossas caravelas para nos dar o Mundo Novo. E hoje, um novo mundo toma conta da vida desta cidade que parece moldar-se a todos os tempos.

Praia Lagos

Quando visitar Lagos?

A maioria dos sites vão-lhe sugerir visitar Lagos nos meses de verão, de junho a setembro. Sim, nada como um verão quente para desfrutar das suas belas praias. Mas o clima de Lagos é ótimo o ano todo. E como a cidade não se resume a praia, Lagos é um excelente destino de fim de semana com muito que ver e fazer. Além do mais, a época balnear é a de maior afluência de turistas e veraneantes o que faz disparar os preços de alojamento, restauração e até dos bens. Nada como calcorrear o centro histórico num dia de primavera sem as multidões a acotovelarem-se, podemos garantir. Natal e Ano Novo, Páscoa e verão são as épocas altas. A 29 de agosto Lagos reaviva a tradição da Festa do Banho 29 numa festa de praia que se estende noite adentro com muita música, animação e petiscos, e o auge no obrigatório banho noturno.

Mapa com os principais pontos de interesse turístico de Lagos, Algarve


Clicar no canto superior direito do mapa para aumentar

Roteiro com o melhor de Lagos (Algarve) – o que ver e fazer em Lagos

Atualmente, Lagos é uma das cidades algarvias mais procuradas, não só pelas suas praias de areia dourada e águas cristalinas, mas também pela beleza paisagística da sua baía e pelo seu legado arquitetónico.

Avenida dos Descobrimentos

Avenida dos Descobrimentos

Comece o seu passeio na Avenida dos Descobrimentos, a longa marginal ribeirinha que o levará a alguns dos pontos de interesse de Lagos merecedores da sua visita. Na marginal, bancas com artesanato, artigos de praia e produtos regionais procuram atrair compradores. Encontrará também pequenos stands oferecendo passeios de barco às deslumbrantes falésias da Ponta da Piedade entre outras atividades.

Marina de Lagos

Marina de Lagos

Facilmente verá a ponde pedonal que lhe dá acesso à Marina de Lagos com uma boa dezena de esplanadas a lançarem um convite para uma breve snack ou bebida enquanto se deixa beijar pelo sol. Dirija-se ao Museu de Cera dos Descobrimentos se deseja conhecer ou relembrar um pouco da época de ouro de Portugal, os Descobrimentos. O museu fica a 5 minutos de distância da marina e demora cerca de meia hora a visitar.

Caravela Boa Esperança

Caravela Boa Esperança

De volta à Avenida dos Descobrimentos, aprecie a Caravela Boa Esperança ancorada, uma réplica das nossas caravelas quinhentistas. O espaço diminuto faz-nos questionar como foi possível aos marinheiros de antão levar Portugal tão longe.

Mercado Municipal de Lagos

Mercado Municipal de Lagos

O Mercado Municipal de Lagos com portas abertas desde 1924 (segunda a sábado, das 7h às 14h). Sábado é o dia forte. O piso térreo é uma perdição para quem procura peixe e marisco fresco e o segundo piso parece um arco-íris de fruta e verduras. Dizem que os madrugadores apanham as melhores ofertas aos melhores preços. Para conhecer os pisos cimeiros, nomeadamente o terraço (o restaurante tem preços apimentados) com vista para o canal e marina, não use o elevador. Suba pelas escadas e aprecie o mural cerâmico da autoria do artista plástico Xana.

Praça Gil Eanes

Praça Gil Eanes

No centro da sempre viva praça Gil Eanes ergue-se um Dom Sebastião saído das mãos de João Cutileiro. A polémica escultura de mármore é um dos postais mais famosos de Lagos, cidade escolhida pelo escultor para viver na década de 70. A homenagem ao rei que elevou Lagos a capital do Algarve foi alvo de duras críticas. Cutileiro foi “acusado” de mero decorador, “um fazedor de objetos” e passou a ser considerado um artista menor. Em sua defesa disse, insubmisso, que essa era a função de um escultor, ser criador de peças decorativas.

visitar lagos

Esta praça é um das portas de entrada no centro histórico de Lagos, praticamente todo convertido em zona pedonal. Comércio, restaurantes e esplanadas a par das bancas de rua, dos artistas de rua e “street touts” convivem pacificamente nestas ruas encantadoras. A Rua Garrett encaminha para a Praça Luís de Camões cujas árvores proporcionam uma sombra refrescante.

Igreja de Santo António

Igreja de Santo António

Percorrendo toda a Rua 25 de Abril, vai dar de caras com a Igreja de Santo António. Construída no século XVIII, o exterior frugal não faz adivinhar a belíssima decoração interior. A Igreja de Santo António é uma autêntica joia da talha dourada barroca em Portugal.

Museu Municipal Dr. José Formosinho

Um museu multidisciplinar fundado em 1932 pelo notário e arqueólogo natural de Lagos, Dr. José Formosinho. As peças museológicas do Museu Municipal Dr. José Formosinho, consideradas únicas em Portugal, justificam a visita ao vasto espólio arqueológico, etnográfico, histórico e artístico algarvio. Tarifa – 3€

Praça Infante Dom Henrique

Praça Infante Dom Henrique

Voltamos a caminhar em direção ao mar para explorar a Praça Infante Dom Henrique. Nesta praça encontram-se várias atrações turísticas de Lagos.

A Igreja de Santa Maria data do século XV mas adições posteriores contribuíram para o seu faustoso interior decorado.

A estátua que homenageia o grande “filho” da terra é inconfundível e proporciona um dos melhores postais de Lagos. O Infante Dom Henrique mirando o mar, sempre o mar, parece placidamente zelar pelos miúdos que alegremente se refrescam nas águas pouco profundas do cais, mesmo defronte de si.

Mercado de Escravos – Núcleo Museológico Rota da Escravatura

Mercado de Escravos - Núcleo Museológico Rota da Escravatura

Da construção de um parque de estacionamento fora das muralhas adveio uma das descobertas arqueológicas mais importantes para a cidade de Lagos. Escavações arqueológicas descobriram 155 esqueletos que viriam a revelar-se de origem africana. Esta descoberta única no mundo deu azo à abertura do Núcleo Museológico Rota da Escravatura na Praça do Infante. Uma tarifa de 3€ permitem conhecer o espaço conhecido como Mercado dos Escravos que reúne a história e peças desse período lúgubre do comércio negreiro.

Castelo dos Governadores

Castelo dos Governadores

Uma zona muito bem preservada da muralha de Lagos, o Castelo dos Governadores é um exemplar de arquitetura militar. Dois torreões ladeiam a entrada, o Arco de são Gonçalo, um oratório dos anos 40 com um nicho e imagem do santo que imortaliza o padroeiro de Lagos. Supõe-se que o castelo foi erigido sobre a alcáçova islâmica com planta poligonal. O terramoto de 1755 arrasou a cidade de Lagos, muralhas e torreões inclusive. Um esforço contínuo de preservação fez chegar aos nossos dias uma parte da muralha bem conservada e restaurada. Enquadrado no Castelo a janela manuelina de onde a tradição nos diz que D. Sebastião comunicou ao povo que iria entrar em batalha com o rei mouro, em Alcácer Quibir… E daí partiu o rei para não mais voltar! Mesmo ali ao lado, no Jardim da Constituição, uma homenagem estatuária ao grande navegador português que dobrou o Cabo Bojador em 1434, o lacobrigense Gil Eanes.

Forte Ponta da Bandeira

Forte Ponta da Bandeira

Forte de Nossa Senhora da Penha de França, Forte do Pau da Bandeira ou Forte do Registo. Data do século XVII e funciona ainda como Núcleo Museológico evocativo dos Descobrimentos. Lá dentro, uma capela seiscentista forrada a azulejo vai deleitar o seu olhar. O Forte Ponta da Bandeira é considerado um dos melhores exemplares das fortificações marítimas de todo o Algarve. Tarifa – 2€

E… As praias de Lagos

Praias de Lagos

Praias da Batata, da Luz, do Pinhão, do Camilo, de Porto de Mós e o longo areal da Meia Praia, para nomear apenas algumas das 11 praias acessíveis de Lagos. Mas a que recebeu a coroa de rainha de todas elas foi a Praia Dona Ana, listada em vários “Tops” dos media estrangeiros. A Praia da Dona Ana é sem dúvida uma praia pitoresca da região algarvia. Falésias íngremes rodeiam a pequena baía, as águas cristalinas são assombrosas com ondas rebentando sobre um areal dourado. Uma provocação cromática de cores vibrantes. Mas, quem conhece bem as praias do Algarve sabe que há mais joias similares na costa algarvia, capazes de destronar a praia Dona Ana.

Dica: não deixem de assistir ao pôr-do-sol na Ponta da Piedade. É a cereja no topo do bolo de uma visita a Lagos.

O que comer em Lagos? Gastronomia e vinhos de Lagos

Os restaurantes, muitos, difundem no ar das ruas e ruelas de Lagos odores que fazem nascer água na boca. A oferta de comida, à moda algarvia, à moda portuguesa, à moda “rapidinha”, ou à moda estrangeira, é vastíssima.

Mas se procura pratos típicos de Lagos, comece pelo peixe ou marisco, sem dúvida um dos pontos fortes da gastronomia de Lagos. Uns carapaus alimados, ou uns biqueirões avinagrados para abrir as hostilidades. Atreva-se a provar uns perceves ou um xarém com conquilhas acabadas de chegar da costa. Para as carnes, nada como um cozido de grão de borrego ou porco, a forma como Lagos trouxe a serra à costa. Regue com um vinho local, por exemplo, o fantástico tinto biológico do Monte da Casteleja ou o premiado Herdade do Soromenho. Sobremesa? Desembrulhe um Dom Rodrigo.

Seria um pecado sair de Lagos sem provar este doce conventual de fios de ovos, miolo de amêndoa, canela e açúcar. Para ajudar a digestão atreva-se com um cálice de Muska, um vinho licoroso seco produzido pela Quinta dos Lopes, conhecido como o moscatel de Lagos.

Onde dormir em Lagos

Onde dormir em Lagos?

The 17 Hostel

Para uma estada económica, ninguém bate o The 17 Hostel. É verdade, os quartos-dormitório são pequenos, mas muito limpos. Cada quarto dispõe de chaleira para fazer chá ou café, e cada cama inclui toalha e roupa de cama. O wifi é excelente. A varanda é um dos melhores espaços comuns do hostel. Dispõe duma cozinha partilhada para fazer refeições, o que é excelente para quem queira poupar mais uns euros. O hostel também proporciona um serviço de aluguer de bicicletas.

Hotel Mar Azul

O Hotel Mar Azul tem uma localização fantástica no centro de Lagos. Quartos super limpos, com uma decoração simples mas prática, com casa de banho privada, acesso wifi gratuito e comodidades para fazer chá e café em todos os quartos. Um staff atencioso e prestável garante uma estada cómoda e agradável por um preço razoável.

Casa Mãe

Fique no coração de Lagos com luxo e toda a comodidade. O hotel 4 estrelas Casa Mãe está decorado com requinte e bom gosto. O pequeno almoço é fantástico. Staff atencioso e prestável, limpeza primorosa e facilidade de estacionamento dão-lhe a pontuação de “soberbo”. Todos os quartos têm terraço e secretária, indicado para estadia de lazer ou trabalho. É o ambiente perfeito para um fim de semana.

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize a Momondo para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado.

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem do WorldNomads.com

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.