Visitar Lamego | Portugal: roteiro com o que ver e fazer

Visitar Lamego | Portugal: roteiro com o que ver e fazer

“Um dia, vou visitar Lamego!” Quantas vezes o prometeu a si mesm@ assim que escutou o nome da cidade? Provavelmente, tantas como nos foi acontecendo a nós. Mas o dia nunca mais chegava. Até que esse dia chegou e só confirmou a nossa desconfiança: andávamos a perder um tesouro! Portanto, deixe-se de promessas e vá, duma vez por todas, visitar Lamego. Mas leve esta nossa sugestão de roteiro com o que ver e fazer em Lamego para não perder pitada.

Visitar Lamego | Portugal: roteiro com o que ver e fazer
Sé Catedral de Lamego – Roteiro para visitar Lamego

Desde as origens romanas, à prosperidade dos séculos XVII e XVIII passando pela Reconquista Cristã, Lamego foi fulcral na construção duma nação e na devoção dum povo. A cidade tem monumentos que são referências nacionais e brilham como estrelas no firmamento do património português. Só por isto pode imaginar o rico legado histórico, cultural, arquitetónico e religioso que Lamego esconde.

Visitar Lamego | Portugal: roteiro
Vista aérea de Lamego  – Roteiro de Lamego

Precisa de mais razões para visitar Lamego? O município estende-se nas margens do rio Balsemão antes se juntar ao Varosa e acabar no rio Douro. Ora, as condições especiais do relevo e do clima a sul do Douro contribuíram para que Lamego se especializasse e produzisse dois dos néctares dos deuses mais afamados de Portugal: o vinho que está nas origens do vinho do Porto, antigamente conhecido como o “vinho cheirante de Lamego”, e o vinho espumante. E quem bons vinhos semeia, boa gastronomia colhe. Mas para a descobrir, vai ter de ler este artigo de fio a pavio.

Visitar Lamego | Portugal: roteiro com o que ver e fazer
Socalcos do Douro nos arredores da aldeia de Samodães, concelho de Lamego – Roteiro para visitar Lamego

Clique para ler o nosso roteiro para visitar o Vale do Douro

Quando visitar Lamego?

A melhor altura do ano para visitar Lamego é entre abril e outubro.

O clima primaveril de abril a junho e outonal dos meses de setembro e outubro é favorável para uma escapadinha relaxante com temperaturas agradáveis. Como são os meses com mais horas de sol, terá oportunidade de aproveitar ao máximo o seu dia de deambulações pela cidade. Julho e agosto são meses quentes, alguns dias chegam a ser mesmo muito quentes nesta cidade duriense.

Visitar Lamego | Portugal: roteiro
Lamego no Outono

De novembro a fevereiro conte com chuva e frio desagradáveis, principalmente em janeiro e fevereiro. Portanto, não dispense agasalho e guarda-chuva se visitar Lamego nessa altura do ano.

Em setembro assista às imperdíveis Festas de Nossa Senhora dos Remédios, cujo dia dedicado e feriado municipal é o 8 de Setembro. Não perca a Procissão do Triunfo, o momento mais simbólico do evento. Vá pela devoção. Fique pela feira, música e diversão.

Visitar Lamego | Portugal: roteiroNo carnaval tem um forte pretexto para visitar Lamego. Aproveite a oportunidade de viver um dos carnavais mais genuínos de Portugal, o Entrudo de Lazarim, cuja estrela são as máscaras, autênticas obras de arte artesanais. Assista à “leitura” do Testamento da Comadre e do Compadre que, depois dum ajuste de contas, vão à fogueira.

Onde ficar em Lamego? Sugestões de alojamento

Lamego Hotel & Life: Um quatro estrelas em casa de época inserida numa quinta histórica, onde a tranquilidade apela ao descanso. O Lamego Hotel & Life é um clássico imbatível em Lamego. Situado a somente a 800 metros do centro da cidade, disponibiliza uma piscina exterior aquecida. Pode optar pelo banho turco e massagens. Recomendamos sem hesitar!

Cantinho do Colégio: E que cantinho! O Cantinho do Colégio é um espaço renovado onde se inserem apartamentos com características minimalistas e toques românticos de design original. Prima pelo conforto e pela limpeza e fica pertinho da Sé.

Camping Lamego Douro Valley: Não se deixe enganar pelo nome, há mais oferta do que parece. O Camping Lamego Douro Valley oferece agradáveis e confortáveis quartos privados. Inserido numa propriedade tranquila perto da cidade, tem quartos luminosos, piso em azulejo mas com aquecimento e casa de banho privadas com banheira ou chuveiro.

The Wine House Hotel – Quinta da Pacheca: O melhor de dois (ou três) mundos está no The Wine House Hotel – Quinta da Pacheca. Os bungalows-tonel são um sucesso como experiência glamping, mas pode optar pelos luxuosos quartos convencionais da casa. O que não pode dispensar é a prova de vinhos de excelência produzidos na quinta.

Six Senses Douro Valley: Para quem não dispensa alojamentos de excelência com paisagens deslumbrantes, o Six Senses Douro Valley é o pináculo da pompa e circunstância. Sinta-se como verdadeira nobreza aristocrática, mas com todo o luxo dos tempos modernos.

Clique para ver mais opções de alojamento em Lamego

Como chegar a Lamego?

Qualquer GPS lhe vai dizer que a melhor estrada para chegar a Lamego é a autoestrada A24. É rápido e prático, não negamos, mas, para além de ter de pagar portagem, rouba ao encanto de visitar Lamego um componente importante: o prazer da viagem até ao destino caracterizado pelas belas paisagens onde Beira, Douro e Trás-os-Montes se encontram.

Visitar Lamego | Portugal: roteiro
Marco da N2 em Lamego – Roteiro de Lamego

Quer venha de Lisboa ou do sul, quer venha do Porto ou do norte, aconselhamos vivamente que tente incluir um pequeno troço da N2 para entrar em Lamego. É que Lamego é cruzada pela mítica N2, a Route 66 portuguesa que começa em Chaves e termina em Faro, sendo a estrada nacional mais longa do país. São cerca de 700 km que nos brindam com o quadro completo e autêntico do nosso país: cidades e aldeias, montanhas e planícies, rios e território, paisagens naturais e monumentos históricos. Uma experiência imperdível para quem gosta de curvas e contracurvas e a N2 tem-nas para dar e vender.

Roteiro para visitar Lamego: o que ver e fazer?

Visitar Lamego | Portugal: roteiro
Santuário de Nossa Senhora dos Remédios – Roteiro de Lamego

A grande maioria dos visitantes de Lamego são atraídos por (e limitam-se a) visitar o Santuário de Nossa Senhora dos Remédios. E pouco mais. É verdade, Lamego tem grande peso no panorama religioso nacional por ser uma das dioceses mais antigas do país.

Visitar Lamego | Portugal: roteiro
Porta dos Figos, uma das entradas no Bairro do Castelo – Roteiro de Lamego

Todavia, Lamego tem muito mais que igrejas. Tem sensações e emoções. Há outra colina que sussurra estórias curiosas e admiráveis de tempos quase esquecidos, deste berço silencioso da nação. No vale, largas avenidas arborizadas são a passarela da vida da cidade tendo como espetadores ilustres solares e casas brasonadas. Não há rua, ruela ou esquina que não guarde um detalhe de encanto.

Santuário de Nossa Senhora dos Remédios

Qualquer roteiro de Lamego passa pelo seu ex-libris, o Santuário de Nossa Senhora dos Remédios. O conjunto escadório e santuário em estilo rocaille do século XVIII sublima-nos com a visão de monumentalidade, sendo o cartão-postal mais identificativo de Lamego. O verde manto do Parque de Santo Estevão faz-lhe o enquadramento perfeito. Subir os 686 degraus da escadaria barroca na encosta do Monte de Santo Estevão é obrigatório. Não porque seja uma penitência imposta por nenhum santo, mas porque a beleza da escadaria é tão irresistível como o pecado.

Painéis de azulejos, vistas panorâmicas e fontes alegóricas enriquecem a decoração do escadório: a adorada dos lamacenses Fonte Pura, a preciosa Fonte do Pelicano, a bela Fonte da Sereia, o artístico Chafariz dos Remédios e a monumental Fonte dos Gigantes no Pátio dos Reis. Este é o pátio mais sublime e majestoso do escadório e compete com o próprio santuário pela nossa atenção.

Finalmente, alcança-se o santuário dedicado à padroeira de Lamego e o ponto alto de qualquer visita a Lamego, literal e figurativamente. No interior, salientamos os altares em talha dourada, os painéis de azulejos com cenas da vida da Virgem Maria, os belos vitrais e o teto engalanado a estuque azul e branco.

Dica VagaMundos: sugerimos que visite o Santuário de Nossa Senhora dos Remédios de manhã bem cedo para apanhar a melhor luz sobre a fachada do santuário e fazer as fotografias dignas do seu álbum.

Avenida Dr. Alfredo Sousa

Parque de Santo Estevão – Roteiro de Lamego

Depois desta subida, do pasmo com tanta monumentalidade e dum passeio pelo frondoso e refrescante verde do Parque de Santo Estevão, já deve sentir o ratito no estômago. Nada tema. Lá em baixo na airosa e elegante Avenida Dr. Alfredo Sousa, a Pastelaria da Sé espera por si com os seus sabores com história. Sente-se na esplanada e deguste a especialidade da afamada Casa das Bôlas: as bôlas de Lamego. De comer e chorar por mais.

Visitar Lamego | Portugal: roteiroEntretanto já teve oportunidade de se aperceber como a Avenida é o centro social, turístico e de lazer, tanto para locais como para visitantes. A comprida avenida é centrada por um espaço ajardinado, decorado com alvas esculturas das estações e as espirituosas Estátuas do Cochicho. Quando há festa ou romaria em Lamego, a animação mora na avenida que se enche de banquinhas de sabores, cores e odores.

Outra característica marcante da Avenida é a arquitetura. Aqui encontra inúmeros solares e casas brasonadas pertencentes a famílias da alta nobreza de Portugal que conferem ao urbanismo da cidade aquela fisionomia aristocrática. Atente à Capela do Espírito Santo, ao lado da qual que ergue a bela fonte do mesmo nome.

Sé Catedral de Lamego

Descer a avenida é uma marcha em crescendo de beleza palaciana, atingido a apoteose no Largo da Sé. Quando se deparar com a Sé Catedral de Lamego, vai-lhe cair o queixo. A nós aconteceu-nos. Remonta ao século XII e identificam-se os elementos românicos originais por entre góticos e renascentistas dos períodos posteriores. Destaca-se o triplo pórtico, obra manuelina mais significativa desta região do país. Verdadeiramente impressionantes são o altar-mor barroco e as abóbadas das três naves interiores, revestidas com coloridos frescos com cenas do Antigo Testamento.

Dica VagaMundos: Encarando a Sé, vai ver o solar da Casa do Poço, onde se encontra o Arquivo-Museu Diocesano de Lamego. Não visitando o Arquivo-Museu Diocesano de Lamego, não perca no exterior as duas belas janelas trabalhadas voltadas para a Rua dos Loureiros. Originais do século XII mas com arcos e colunas do século XVI. E não paga nada por isso.

Museu de Lamego

Visitar Lamego | Portugal: roteiroLogo defronte da avenida, o Antigo Paço do Bispo em estilo barroco acolhe o atual Museu de Lamego. Tem uma das melhores coleções de arte religiosa (inclui obras de Grão Vasco, entre elas os painéis da capela-mor da Sé), tapeçaria flamenga e mobiliário do interior de Portugal. Prepare-se para total espanto quando vir os altares e capelas em talha dourada integralmente transladadas da Igreja do Mosteiro das Chagas e testemunhas do barroco português no seu apogeu.

Sobressai ainda no largo o Teatro Ribeiro Conceição, antigo hospital da Misericórdia, elogiado no início do século XX como a mais bela sala de espetáculos do interior de Portugal, faz lembrar as grandes salas de teatro europeias.

Onde comer em Lamego – sugestão de restaurantes

Está na hora de saciar a fome e está no melhor lugar para o fazer. Em redor da Sé encontra oferta para poder escolher o que mais lhe agrade ao paladar (e à carteira). Entre o Restaurante Novo, o Restaurante Trás da Sé e a Casa Filipe ficamos muito divididos. Foi o cabrito assado com arroz de forno da Casa Filipe a preços módicos que nos convenceu. Todos são elogiados pela comida confecionada com aquele gostinho caseiro, doses reconfortantes e serviço sem frescuras.

O Douro Excellence é dos mais bem cotados e elogiado pela tentação dos sentidos que são os pratos de cozinha gourmet. Na mesma linha tem ainda a opção do Restaurante Vindouro. Cozinha refinada com preços a condizer. A relação preço-qualidade dependerá do seu apetite, paladar e carteira.

De estômago reconfortado, está pront@ para continuar o seu roteiro de Lamego. Ainda tem algumas surpresas à sua espera.

Castelo de Lamego

Porta do Sol – Roteiro de Lamego

Subimos ao Castelo de Lamego para descobrirmos onde Lamecum nasceu. Acredita-se que o Bairro do Castelo data da era Romana. Foi protegido com muralhas e fortificações consecutivamente recuperadas e acrescentadas pelos visigodos, pelos árabes e pelos cristão que dominaram posteriormente.

Dica VagaMundos: Conselho de amigos, suba pela Rua da Olaria, uma das mais castiças de Lamego, e entre pela Porta do Sol. No interior verá a porta encimada por um nicho dedicado a Nossa Senhora da Graça.

Cisterna do Castelo

Julga-se que a primeira sede de bispado, dos tempos visigodos, terá sido numa casa deste bairro assinalada com uma inscrição. O que não deixa margem para dúvidas da sua importância é a Cisterna do Castelo. Não perca a visita, pois será acompanhado por uma guia que explica o valor inestimável duma das mais bem preservadas cisternas de castelos em Portugal. Siga pela Rua do Castelo ao cimo da qual encontrará a singela capela de Nossa Senhora do Socorro – descubra-a no painel azulejar exterior datado de 1671.

Visitar Lamego | Portugal: roteiroAdentre-se na alcáçova onde se ergue a Torre de Menagem, testemunho do castelo primitivo construído no século XII. Não se acanhe, entre e explore cada piso. As explicações interativas são muito elucidativas e divertidas. Nós não resistimos a matar uns mouros a tiros de besta!

Núcleo Arqueológico da Porta dos Figos

Saímos do recinto do castelo pelo lado norte atravessando as muralhas pela belíssima Porta dos Figos, com dois torreões e nicho dedicado a Nossa senhora da Guia. Não sem antes darmos um pulinho ao Núcleo Arqueológico da Porta dos Figos para ver alguns dos “tesouros” da era Romana encontrados no perímetro do Bairro do Castelo. A visita é gratuita.

Visitar Lamego | Portugal: roteiroPara estas bandas, a norte da cidade, ainda tem o edifício da Câmara Municipal e a Igreja da Graça para encher os olhos antes duma passagem prazenteira pelo Jardim da República (atente à esbelta Fonte do Lamego) que conduz à Igreja do Mosteiro das Chagas.

Quando visitar Lamego prepare-se para sentir uma cidade genuína. Isso sente-se nas ruas e ruelas com identidade. A nossa esperança é que as gentes lamecenses preservem, acarinhem e se orgulhem dessa identidade dos seus bairros. São outras facetas da cidade que não constam dos roteiros turísticos convencionais de Lamego. Mas como sabe, os VagaMundos gostam de lhe mostrar o mundo para lá do óbvio.

Bairros de Lamego

Igreja de Santa Maria de Almacave – Roteiro para visitar Lamego

A praça onde a vida acontece naturalmente na confluência da Rua Torta e da Rua da Seara que sobe à Capela Senhora da Esperança. Os resquícios da memória da judiaria estão na Rua Nova. Aprecie o casario em redor da Igreja de Santa Maria de Almacave, de origens árabes (o nome não engana). Acreditava-se até recentemente que as Cortes do Reino de Portugal de 1143, que terão aclamado e investido Afonso Henriques como Rei de Portugal, terão tido lugar em Santa Maria de Almacave. Por isso, o templo religioso ser um dos símbolos históricos de Lamego.

Do outro lado, a sul, o Bairro da Ponte cujo casario que não esconde a impiedade do tempo cresceu nas margens do rio Balsemão, e pode orgulhar-se das suas capelas: a Igreja Nossa Senhora dos Aflitos, a Igreja da Senhora dos Meninos e a Capela de São Lázaro.

Igreja do Desterro

Obviamente que estes modestos templos religiosos são ofuscados por alguns dos mais vistosos e emblemáticos que se encontram deste lado da cidade. Falamos da Igreja do Desterro cuja joia é a riquíssima e surpreendente talha dourada do séc. XVIII, entalhada por lamecenses e motivo de orgulho, a par dum sacrário magnificamente esculpido.

Igreja e Convento de Santa Cruz

Subindo o promontório, e com magníficas vistas para a cidade de Lamego, encontramos o belíssimo conjunto Igreja e Convento de Santa Cruz. Chegou a ser o mais importante convento da cidade de Lamego no século XVIII, o século de ouro da cidade duriense. No interior da igreja destacam-se os altares em talha dourada e os painéis cerâmicos datados dessa época.

Dica VagaMundos: tido como o mais grandioso solar de Lamego, a Casa das Brolhas merece a sua atenção. A sua imponência prova a prosperidade que a aristocracia detinha na região de Lamego no século XVIII. Fica a caminho da Igreja do Desterro, na Rua Macário de Castro.

Lamego: mapa dos principais pontos de interesse turístico


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do roteiro para visitar Lamego.

Gastronomia

Nascem nestas terra frutos frescos saborosos, de aroma e paladar intenso como a maçã Bravo de Esmolfe de Lamego e Armamar, e a cereja de Penajóia.

Presunto de Lamego

O Presunto de Lamego, de carne mais magra, tem fama desde tempos antigos. Acompanham-no, na fama e na mesa, os enchidos e produtos de fumeiro da região, a par dos queijos regionais. Para confirmar que a fama não é à toa, nada como petiscar uma tábua de degustação n’A Presunteca de Lamego. A carta de vinhos é de fazer perder a cabeça. Se se vir aflito na escolha do melhor néctar para si, peça ajuda ao pessoal: conhecedor, simpático e disponível.

Espumante de Lamego

A vinha domina a paisagem rural agrícola, e o vinho é uma das principais produções da região, donde as famílias sempre foram buscar sustento. Não saia de Lamego sem desfrutar dos prazeres dum vinho do Douro, dum fino vinho do Porto ou dum espumante refrescante.

Cabrito Assado

O prato de cabrito assado é o mais popular em Lamego, muitas vezes fazendo esquecer outras iguarias da culinária tradicional: a posta de vitela ou a vitela assada, o bacalhau com broa ou o arroz de salpicão. Se busca estes sabores mais tradicionais, o Manjar do Douro dá resposta a algumas delas.

Tarte de Lamego

E como não podia deixar de ser, Lamego tenta ainda com os pecaminosos doces tradicionais típicos da cidade. Se quer adoçar a boca, vá pelas conventuais Grades de Lamego (biscoito seco) ou a dulcíssima Tarte de Lamego (o açúcar é tanto que quase abafa o sabor das gemas e amêndoa), os ligeiros pasteis Lamego ou os Peixinhos de Chila (ligeiros no açúcar, ligeiros a desaparecer!)

O que visitar à volta de Lamego?

Mas nesta terra tão antiga, quantos mais encantos do Douro não se escondem por Lamego? Quando visitamos Lamego, incluímos na nossa escapadinha mais duas experiências singulares.

Trilho do Vinho do PortoNa freguesia de Samodães, percorremos o Trilho do Vinho do Porto, imperdível para os amantes das caminhadas e pura e simplesmente um dos melhores trilhos de Portugal. As paisagens do Douro Vinhateiro são sublimes e nenhum trekker, por mais experimentado que seja, é capaz de lhe resistir.

Visitar Douro Vinhateiro RoteiroCaminhar não é o seu prato forte? Pegue no carro e vá às margens do rio Douro e faça o passeio duma vida. Os admiráveis panoramas do Douro Vinhateiro, património UNESCO, ficam a escassos doze quilómetros.

Mas ainda há mais o que ver e fazer perto de Lamego!

Mosteiro de Santa Maria de Salzedas

Em terra de tão arreigada devoção religiosa, é natural que pelo município de Lamego predominem as igrejas e capelas, alminhas e cruzeiros como monumentos principais de cada uma das suas tradicionais localidades. Junte uma série de aldeias históricas com os respetivos pelourinhos, pontes medievais e vestígios arqueológicos dos primeiros tempos de povoamento da região, e não lhe falta com que ocupar o tempo duma escapadinha de fim-de-semana a visitar a apaixonante Lamego.

Torre de Portagem de Ucanha

A uma curta distância de Lamego, descubra os vestígios celtas da Igreja de S. Pedro de Balsemão. É o segundo templo mais antigo da Península Ibérica e há quem diga que foi construída durante a dominação visigótica. Pode fazer de Lamego a sua base para explorar o Convento de Santo António de Ferreirim com esbeltos elementos manuelino-renascentistas e platerescos. Na direção de Moimenta da Beira, descubra pérolas desconhecidas do nosso Portugal como a notável Torre de Portagem de Ucanha, o “inacabado” Mosteiro de Santa Maria de Salzedas ou antiquíssimo e enigmático Convento de São João de Tarouca, o primeiro mosteiro cisterciense do país.

Deixe-se seduzir e celebre a vida com um flûte de elegante e perfumado vinho espumante de Lamego. Visite as Caves Raposeira e desfrute duma excelente e refrescante pausa deste vinho requintado cuja perfeição se atinge quando submetido a rituais ancestrais criados pelos monges de Cister.

Mapa dos Principais Pontos de Interesse a visitar perto de Lamego


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa com pontos de interesse a visitar perto de Lamego.

Outros Roteiros do Norte de Portugal

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na World Nomads ou na IATI Seguros. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela IATI use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.