Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer e dicas de alojamento

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer

Nada será como dantes, após visitar Abrantes. É a nossa adaptação livre da senha militar usada pelas tropas de Junot aquando das invasões napoleónicas por terras de Portugal, mas o leitor, e os abrantinos, perdoarão a ousadia. Não é a primeira vez, nem será a última, que ao visitar Abrantes numa escapadinha confirmamos o adágio por nós reinventado.

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Castelo de Abrantes

Deixe-se surpreender pela beleza e riqueza patrimonial do centro histórico de Abrantes. Desfrute de momentos de lazer, a seu bel-prazer, nas praias fluviais. Lave as vistas com magníficas paisagens do Castelo de Abrantes ou num dos vários miradouros do concelho. Sinta o Tejo passeando na zona ribeirinha do Aquapolis. Divirta-se com atividades náuticas na Albufeira de Castelo de Bode. Respire ar puro e deixe-se levar pelos trilhos e percursos pedestres.

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Miradouro do Cristo Rei da Matagosa – Roteiro para visitar Abrantes

Neste artigo encontra o que não pode deixar de ver e fazer quando visitar Abrantes, miradouros, praias fluviais e desportos náuticos, rotas e trilhos, sugestões de hotéis onde ficar, restaurantes onde comer e um mapa interativo para aproveitar ao máximo a sua escapadinha ou férias em Abrantes.

Na preparação da sua viagem a Abrantes, sugerimos que leia também os seguintes artigos:

Onde fica e como chegar a Abrantes?

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Praça Raimundo José Soares Mendes – Roteiro para visitar Abrantes

Abrantes é uma cidade pertencente ao distrito de Santarém na sub-região do Médio Tejo do Centro de Portugal. A cidade situa-se junto ao rio Tejo, na sua margem direita. Sede de município, a cidade de Abrantes dista 114 km de Coimbra, 145 km de Lisboa e 236 km do Porto. Os concelhos vizinhos são Vila de Rei, Sardoal, Mação, Gavião, Ponte de Sor, Chamusca, Constância, Vila Nova da Barquinha e Tomar.

A melhor forma de chegar a Abrantes é de carro. Também a mais rápida já que Abrantes é servida pela autoestrada (com portagens eletrónicas SCUT) A23. A partir de Lisboa (Sul) ou Porto (Norte) deve utilizar a autoestrada A1 (auto-estrada) até à entrada na A23 em Torres Novas.

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Ponte sobre o Tejo – Rota da Estrada Nacional 2 em Abrantes

Abrantes está no centro das principais vias rodoviárias de Portugal entre o Ribatejo, Alentejo e Beiras. A mítica Estrada Nacional 2 que liga o interior de Portugal de norte a sul; a Estrada da Estremadura N3 pela margem direita do Tejo do Carregado a Castelo Branco, e a “irmã gémea”, na margem esquerda do Tejo, a Estrada Nacional 118 que vai do Montijo a Alpalhão (Portalegre), todas passam por Abrantes, portanto, é muito provável que, numa das suas roadtrips por Portugal, acabe por visitar Abrantes.

Em alternativa, pode chegar a Abrantes de autocarro (ônibus) ou comboio (trem): tanto a Rede Expressos como a CP têm ligações diárias das principais cidades do país para Abrantes.

Quando visitar Abrantes?

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Castiças ruelas do centro histórico de Abrantes

Não é muito difícil saber quando visitar Abrantes. Numa cidade que respira história, sente a cultura e desfruta de dois dos maiores recursos hídricos do País (o Rio Tejo que atravessa o concelho numa extensão de cerca de 30 km e a Albufeira de Castelo do Bode, nascida no leito do Rio Zêzere), não faltam pretextos de visita, seja verão ou inverno.

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Praia Fluvial Aldeia do Mato – Roteiro para visitar Abrantes

Nos dias longos e limpos de verão quente e seco (agosto pode ser sufocante quando os termómetros atingem os 40ºC) o convite das praias fluviais é irresistível.

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Miradouro da Aldeia de Fontes – Roteiro para visitar Abrantes

A primavera e outono são as estações ideias para explorar o território através dos trilhos (há inúmeros percursos pedestres de pequena e grande rota fantásticos na região) e miradouros.

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Muralhas do Castelo de Abrantes

Até o inverno é apelativo, com temperaturas a rondar os 10ºC embora húmido, para marcar encontro com a história e gastronomia de Abrantes. Outras oportunidades para se sentir parte desta comunidade dinâmica, com uma agenda bem preenchida, e saber quando visitar Abrantes são:

  • Feira Anual de São Matias: de 24 de fevereiro ao 1º domingo de março
  • Dia da Cidade: 14 de junho, feriado municipal (Festas do Concelho de 9 a 14 de junho)
  • Feira Nacional de Doçaria Tradicional: último fim de semana de outubro
  • Feira da Ladra Numismática: primeiro sábado do mês
  • fESTA – Festival de Tunas Mistas: organizado pela EstaTuna, tuna da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes

Onde ficar a dormir em Abrantes? Sugestões de alojamento

A oferta de alojamento em Abrantes não é muito vasta, portanto, reserve com antecedência. A oferta anda muito à volta dos alojamentos locais na cidade e turismo rurais espalhados pelo concelho que apresentam qualidade a preços ajustados. Pela nossa experiência e analisando a relação qualidade-preço, só há um hotel em Abrantes elegível.

Abaixo encontra os nossos alojamentos favoritos onde ficar numa escapadinha a Abrantes – testados e aprovados por nós – que apresentam a melhor relação qualidade-preço da região.

Luna Hotel Turismo (Abrantes)

Se não dispensa as comodidades dum hotel, em Abrantes não precisa de procurar mais. O Luna Hotel Turismo é um boutique hotel de 4 estrelas, que após a profunda renovação, alia o estilo clássico ao moderno na perfeição. Apresenta uma ótima relação qualidade-preço e opções de meia-pensão e pensão completa. Apresenta quartos e suites privados muito confortáveis, espaçosos e climatizados. Tem piscina exterior e um restaurante com vistas sobre o Vale do Tejo.

Quinta da Eira Velha (Aldeia do Mato)

Umas férias na Quinta da Eira Velha, em plena Aldeia do Mato e a escassos metros da praia fluvial, sabem sempre a pouco. Os quartos desta casa de campo são sinónimo de aconchego num ambiente rural de absoluto conforto. O bom gosto está patente nos pormenores e detalhes duma decoração em estilo rústico sofisticado. O sossego e o silêncio, apenas interrompidos pelo canto dos pássaros e o sino da igreja, são uma bênção. Há mãos de fada na cozinha que preparam um pequeno almoço excecional!

Quinta de Coalhos (Pego)

Com uma piscina exterior sazonal, comodidades para churrascos e um parque infantil, a Quinta de Coalhos é um turismo rural muito apreciado por famílias. Com apenas 3 quartos e uma suite inseridos num palacete do início do século XX, em estilo Romântico evocativo da Belle Époque, a decoração requintada prolonga-se pelos belos jardins enquadrados numa paisagem campestre, a meros 4 km de Abrantes. O pequeno almoço é soberbo.

Clique para ver mais opções de alojamento em Abrantes

O que ver e fazer em Abrantes? Locais a visitar e experiências a não perder

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Vista sobre o Tejo do Castelo de Abrantes

Abrantes é Tejo. É passado glorioso e presente industrioso. É memória e futuro, é tradição e vanguarda, é arte e sabor. Há um convívio equilibrado entre o orgulho nas raízes e a avidez pelo progresso, coisa que à partida parece contraditória, mas os abrantinos conseguiram-no. Entre monumentos, museus, miradouros, jardins e parques, arte e boa comida, muitos são os motivos decisivos para visitar Abrantes numa escapadinha.

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Igreja de São Vicente – Roteiro para visitar Abrantes

Os locais a visitar e as experiências a não perder em Abrantes são os seguintes:

  • Comece o seu roteiro para visitar Abrantes pelo singular e altaneiro Castelo Fortaleza de Abrantes. Suba à Torre de Menagem pelas vistas 360º dum horizonte infinito onde o olhar se perde pelas terras do Ribatejo, do Alentejo e da Beira. Percorra as muralhas e visite a lendária Igreja de Santa Maria do Castelo onde está o Panteão dos Almeidas, uma joia extraordinária da arte tumular em estilo gótico florido flamejante de Portugal.
  • Extramuros, continue a apreciar as vistas sobre a cidade e o rio Tejo. Contorne o skatepark, passeie morosamente pelo relaxante Jardim do Castelo, onde se situa o Baloiço de Abrantes, e desça ao Outeiro de São Pedro, onde o Rei de Portugal D. João I e D. Nuno Álvares Pereira acamparam com as suas tropas antes da vitoriosa Batalha de Aljubarrota, em 1385.
  • Rume ao Largo da Ferraria centrado por um Cruzeiro dos Centenários, onde encontra a imponente Igreja de São Vicente, Monumento Nacional, cujo interior guarda um riquíssimo espólio de arte sacra. Continuando pela Rua Ator Taborda, e se for do seu interesse, vai encontrar um largo onde se situa o busto de homenagem ao Actor Taborda, nascido em Abrantes e considerado o mais aclamado e popular artista dramático do século XIX, em Portugal, o pórtico sobrevivente da igreja do Convento de Nossa Senhora da Esperança, e mais adiante pode apreciar a fachada decorada com painel de azulejo setecentista da Capela de Sant’Ana.
  • Do Largo da Ferraria, tome a Travessa do Tem-te-Bem e a Rua Maria de Lourdes Pintassilgo, sinta o ambiente bairrista, aprecie o casario e esteja atent@ à placa indicativa da casa de Maria de Lurdes Pintassilgo, natural de Abrantes e única mulher que desempenhou o cargo de primeira-ministra em Portugal. A rua desemboca na Praça Raimundo José Soares Mendes, embelezada pela escultura Fonte das Três Marias, onde se situa a Casa da Câmara Municipal e o Edifício Falcão.
  • Chegou ao coração do centro histórico de Abrantes, das praças graciosas, dos palacetes enobrecidos e da arte na rua. Prossiga pelo Largo João de Deus, morada da primeira casa a produzir a afamada Palha de Abrantes. Continue até ao Largo Doutor Ramiro Neves no qual salientamos as obras do escultor Óscar Guimarães, a fonte e o Painel Histórico Cronológico de Abrantes. Chegando à Praça Barão da Batalha, faça uma pausa para café e docinho na Confeitaria Palha de Abrantes. Nem é preciso avisar que, aqui, qualquer dieta vai para as urtigas. Esta montra de doces tradicionais e conventuais é de perder a cabeça.
  • Rume ao Jardim da República que reúne na sua envolvência o conjunto monumental de maior relevo de Abrantes. Falamos do Antigo Convento de São Domingos que alberga atualmente a Biblioteca António Botto e o MIAA – Museu Ibérico de Arqueologia e Arte de Abrantes, da Igreja da Misericórdia e antigo Hospital Salvador, e da imponente Igreja de São João Batista, de fachada maneirista e classificada Monumento Nacional, todos dignos de visita.
  • Um roteiro para visitar Abrantes não fica completo sem um muito aprazível passeio no Aquapolis, o parque ribeirinho de Abrantes contruído em ambas as margens do rio Tejo. E muito menos sem uma incursão pela sua margem esquerda que lhe dá continuidade.
  • Atravesse o rio, adentre-se pelo casario castiço do Rossio ao Sul do Tejo, que assistiu em tempos ao bulício das embarcações de transporte e comércio de bens que, Tejo abaixo, Tejo acima, todos os dias aportavam no seu cais fluvial. Ainda sobrevivem os antigos Mourões da Ponte das Barcas que permitia a travessia do rio, e a agora restaurada Fonte dos Touros. A requalificação deste espaço verde compreende ainda um snack bar com uma estupenda esplanada (Abrantes espelhada no rio vista daqui ainda fica mais encantadora), um hipódromo e parque de merendas.
  • Se o apetite por Palha de Abrantes ainda não estiver saciado, tem de ir à Pastelaria Tágide Gourmet, do Chef Fernando Correia, representante da Palha de Abrantes e Embaixador da Doçaria Regional e Conventual Portuguesa. Depois expia o pecado da gula na Igreja Matriz, logo ao lado.
Castelo de Abrantes
Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Palha de Abrantes

O que visitar perto de Abrantes (para uma escapadinha perfeita)

Quando for visitar Abrantes, não se cinja à cidade, aproveite para conhecer outros encantos da região. Devido à sua excelente localização geográfica, na transição entre Ribatejo, Alentejo e Beira Baixa, Abrantes é uma excelente base para explorar a região do Médio Tejo (e arredores). Até porque bem pertinho de Abrantes encontra várias mãos cheias de locais de interesse para visitar.

Albufeira de Castelo de Bode

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerVisitar a Albufeira da Barragem de Castelo de Bode, uma das maiores albufeiras de Portugal, é visitar um imenso e idílico lago azul. Encaixado entre serras e vales, o lago está pincelado de maravilhosas ilhas desertas, repleto de praias fluviais espantosas, de miradouros com paisagens de cortar a respiração.

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerHá notáveis aldeias ribeirinhas, onde o tempo corre devagar, e é possível “mergulhar” nas seculares lendas e histórias dos Cavaleiros Templários, outrora senhores destas terras banhadas pelo rio Zêzere. Escusado será dizer que a oferta de desportos náuticos é virtualmente infinita. Imperdível num roteiro para visitar Abrantes!

Quer mais dicas deste Lago Azul? Não deixe de ler o nosso artigo com as melhores praias e passeios na Albufeira de Castelo de Bode.

Milenar Oliveira do Mouchão

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerÉ a árvore mais antiga de Portugal, tem mais de 3350 anos e está bem escondida no meio dos casais da freguesia de Mouriscas. A Milenar Oliveira do Mouchão é um exemplo de resiliência da natureza e deixa-nos sem palavras perante a sua grandeza. As estórias que esta oliveira nos poderia contar dos que se sentaram à sua sombra, desde o tempo dos povos fenícios, romanos e árabes que andaram por estas terras. Outrora tarefa complicada, hoje é fácil dar com ela – é só usar o Google Maps que vai direitinho à milenar árvore do concelho de Abrantes.

Sardoal

Muitas vezes apelidada de Vila Jardim, a bonita vila do Sardoal é uma pérola escondida da região do Médio Tejo que tem de incluir no seu roteiro para visitar Abrantes. Na Semana Santa, então, é imperdível. É uma daquelas vilas perdidas no tempo, com um centro histórico encantador que não deixa ninguém indiferente. Dado o clima serrano mais ameno, Sardoal atraiu as famílias ilustres de Abrantes que aqui construíram os seus palacetes de verão para fugir do calor da lezíria ribatejana.

Deambular pelas bonitas ruas calcetadas com seixos vindos do rio, apreciar as cores vibrantes das flores que pendem de todo o lado e decoram o casario caiado de branco e umbrais pintados, é simplesmente mágico. Além disso, Sardoal preserva orgulhosamente tradições únicas e guarda autênticos tesouros nacionais de arte sacra nas inúmeras capelas e igrejas.

Aldeia de Xisto de Água Formosa

No seu roteiro para visitar Abrantes não deixe de reservar tempo para uma paragem na Aldeia de Xisto de Água Formosa, uma das 27 Aldeias do Xisto no Centro de Portugal. A aldeia tem uma localização que roça o fantasioso, entre a Ribeira da Corga e a Ribeira da Galega. Logo, a água é um dos elementos chave desta aldeia de xisto, estando historicamente omnipresente na rotina diária dos que nela habitam.

Para começar, o próprio nome da aldeia deriva de uma fonte de água pura que se encontra na base de uma pequena escarpa de xisto, a 200 metros do centro da aldeia. Depois, há um sem número de tradições e edifícios ligados à utilização da força da água, das quais destacamos as Azenhas e o Lagar da Ferrugenta, um centenário lagar de azeite movido com a força da água da Ribeira da Galega. Não deixe também de visitar o forno a lenha comunitário e a Eira dos Réis, onde no final do verão ainda se secam cereais.

Centro Geodésico de Portugal

Rume a Vila de Rei, mais especificamente ao altaneiro Picoto da Melriça, onde se encontra o Centro Geodésico de Portugal, que assinala, com precisão, pompa e circunstância, o centro de Portugal. Aqui encontra-se também o interessante Museu da Geodesia. Do alto dos seus 600 metros é-se brindado com paisagens verdadeiramente esmagadoras. Em dias de boa visibilidade, até é possível avistar a Serra da Lousã, a Serra do Açor e a Serra da Estrela. É, literalmente, um dos pontos altos dum roteiro para visitar Abrantes!

Quer mais dicas sobre Vila de Rei? Não deixe de ler o nosso roteiro para visitar Vila de Rei.

Constância

Constância é uma apaixonante vila ribeirinha plantada no preciso ponto onde o rio Zêzere abraça o Tejo. Há anos que esta típica vila ribeirinha é das nossas favoritas para escapadinhas românticas. Adoramos calcorrear as vielas labirínticas e estreitas, passear no Jardim Horto de Camões, na praia fluvial, do fontanário aos Pezinhos no Rio, e celebrar o dia num dos restaurantes da vila que nunca nos desiludiram.

Ao deambular por Constância preste especial atenção aos seguintes monumentos: Igreja de Nossa Senhora dos Mártires (para além da beleza do templo, será brindado com a melhor vista sobre a vila de Constância); Estátua de Luís de Camões (reza a lenda que o autor de “Os Lusíadas” viveu durante alguns anos em Constância); Igreja da Misericórdia; Torre do Relógio; Pelourinho e Capela de Sant’Ana.

Dornes

Dornes é terra de mistérios, da matéria que as lendas são feitas. Vencedora das 7 Maravilhas de Portugal – Aldeias, Dornes é também conhecida como a Península Encantada ou Terra Mítica dos Templários. A pequena povoação fica no cimo duma adorável península banhada pelo Rio Zêzere e tem plantada, bem no topo, a afamada Torre Templária de Dornes, a torre defensiva pentagonal de que não se conhece mais exemplos em Portugal. Há ainda a Igreja da Nossa Senhora do Pranto, destino de romaria, e uma deliciosa praia fluvial para refrescar corpo e espírito nos dias quentes de verão.

Quer mais dicas sobre Dornes? Clique para ler o nosso roteiro para visitar a lendária aldeia de Dornes.

Castelo de Almourol

Um dos locais mais emblemáticos da Rota dos Templários do Centro de Portugal: o enigmático e intrigante Castelo Templário de Almourol, idilicamente situado numa pequena ilha do rio Tejo, é obrigatório quando for visitar Abrantes. Originalmente mouro, Dom Afonso Henriques chegou, viu e venceu… E entregou o castelo aos Templários. Basta isto para o lugar se encher de misticismo. As suas pedras já viram nascer inúmeras lendas, e diz-se até que há uma passagem secreta por baixo do Tejo. Apanhe o barco no cais e atreva-se a explorar as “entranhas” do mítico castelo e subir às suas torres-miradouro.

Melhores Miradouros de Abrantes

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Miradouro do Castelo de Abrantes

Para além do soberbo Miradouro do Castelo de Abrantes, que já referimos atrás, não faltam miradouros em Abrantes para lavar as vistas com maravilhosas panorâmicas sobre a região, o Tejo e o Zêzere. A escolha não é fácil, por isso, vamos partilhar consigo os miradouros de Abrantes que mais nos prenderam o olhar e que, na nossa opinião, deve incluir no seu roteiro para visitar Abrantes. Prometemos que, em todos eles, será brindado com paisagens de fazer cair o queixo!

Miradouro da Penha – Tramagal

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerO Miradouro da Penha, no Tramagal, permite observar belas paisagens sobre o Rio Tejo. Já o Comendador Eduardo Duarte Ferreira, fundador da Metalúrgica Duarte Ferreira, o tinha como eleito. Com a requalificação do espaço entre o Miradouro da Penha e o Cais das Barcas do Tramagal, ficou ainda melhor. Se tiver tempo, aventure-se a pé até ao Baloiço do Tramagal.

Miradouro da Aldeia do Mato

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerO Miradouro da Aldeia do Mato é o spot perfeito para quem busca uma vista aérea da cénica Praia Fluvial da Aldeia do Mato. Fica na extremidade oeste da aldeia, num largo com cruzeiro, e não bastavam as vistas já de si arrebatadoras, acrescentaram-lhe romantismo com a pérgula a dar sombra aos enamorados sentados nos banquinhos, como uma varanda para a Albufeira de Castelo de Bode.

Miradouro do Cristo Rei da Matagosa

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerO Miradouro do Cristo Rei da Matagosa, para além do monumento a Cristo Rei, tem homenagens à Mulher Portuguesa, aos Navegadores e aos Aviadores. Mas são as vistas desafogadas para um braço da Albufeira de Castelo de Bode, a praia fluvial, cascata e passadiços do Penedo Furado e a serrania em redor, que realmente maravilham. É preciso subir ao cume a pé. Mas vale cada gota de suor.

Miradouro de Fontes

Na Aldeia de Fontes encontra outro dos nossos miradouros favoritos de Abrantes: o Miradouro da Aldeia de Fontes. Fica mesmo junto à Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção e só precisa de fazer um pequeno desvio para ir desfrutar das magnificas vistas sobre o Lago Azul que é a Albufeira de Castelo de Bode!

Melhores Praias Fluviais de Abrantes

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Ilha do Lombo – Roteiro para visitar Abrantes

Se anda a sonhar com umas férias numa praia fluvial rodeada de natureza, em Abrantes encontra algumas das melhores praias fluviais da Albufeira de Castelo de Bode, perfeitas tanto para relaxar como praticar desportos náuticos. Venha daí conhecer as duas praias fluviais de Abrantes que fazem as delícias de miúdos e graúdos no verão.

Praia Fluvial Aldeia do Mato

A extraordinária Praia Fluvial da Aldeia do Mato é provavelmente a mais completa das praias fluviais de Abrantes. Uma paisagem envolvente apaixonante, Bandeira Azul, piscinas flutuantes, condições perfeitas para a prática de desportos náuticos (desde a canoagem ao Wakeboard), balneários e bar de apoio, e até mesmo um parque de campismo e bungalows, onde pode pernoitar. Com trunfos destes, é difícil resistir a uns dias de férias de verão para mergulhos de água doce. Ah, e tem dias em que a água chega a ser mais quente do que nas praias do Algarve!

Praia Fluvial de Fontes

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerA Praia Fluvial de Fontes é a mais recente das praias fluviais de Abrantes e, logo que lhe colocamos os olhos em cima, foi amor à primeira vista. Rodeada de paisagem verdejante, com piscina flutuante, um bar de apoio muito good vibe e vistas privilegiadas para a idílica Ilha do Lombo, a Ilha de Bled portuguesa, são os principais trunfos. Tenha é em atenção que, apesar de ter o nome de Praia Fluvial de Fontes, na verdade fica junto à pequena localidade de Cabeça Ruiva. Para evitar enganos no caminho para o paraíso, use estas coordenadas GPS: 39°36’18.0″N 8°15’46.8″W.

Trilhos e Percursos Pedestres perto de Abrantes

Abrantes, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerSe gosta de caminhar, terá muito com que se entreter ao visitar Abrantes e arredores, até porque, por Abrantes, passam duas das Grandes Rotas de Portugal, nomeadamente a Grande Rota do Zêzere (GR 33) e o Caminho do Tejo (Grande Rota 12/E7). Como adeptos de trilhos e percursos pedestres que somos, já somamos umas boas centenas de quilómetros às pernas na região do Médio Tejo. E ainda nos falta muito para calcorrear!

Abaixo encontra os trilhos e percursos pedestres perto de Abrantes que sempre nos enchem as medidas.

Passadiços do Penedo Furado

No concelho vizinho de Vila de Rei, os Passadiços do Penedo Furado, inaugurados em 2019, e consecutivas adições e melhorias, são dos melhores passadiços de Portugal. Os cerca de 1,8 km unem a galardoada Praia Fluvial do Penedo Furado às Cascatas do Penedo Furado, subindo os escarpados penhascos aos Miradouros das Fragas do Rabadão e do Penedo Furado. As vistas são simplesmente soberbas. Clique para ler o nosso guia completo sobre o Passadiço do Penedo Furado, com imensas dicas práticas e toda a informação que precisa para preparar a sua visita.

Trilho das Cascatas

Imagine três riachos, a correr por entre majestosas fragas, formando poços e lagoas idílicas e pequenas quedas de água. Agora some-lhe duas cascatas imponentes rodeadas de luxuriante vegetação. Adicione-lhe frondosos bosques, montes bordados de urze e esteva, uma boa pitada de aventura e já fica com uma ideia do que @ espera quando for percorrer o extraordinário Trilho das Cascatas de Vila de Rei, um dos percursos pedestres mais surpreendentes de Portugal. Clique para ler o nosso guia completo sobre o Trilho das Cascatas, com dicas práticas e toda a informação que precisa para preparar a sua visita.

Trilho Panorâmico do Tejo

O Trilho Panorâmico do Tejo é um dos mais recentes trilhos da região do Médio Tejo, em pleno centro de Portugal. Caminhar à beirinha do Tejo, desde a Foz do Zêzere em Constância, até Vila Nova da Barquinha, passando pelo enigmático Castelo Templário de Almourol, é agora possível para toda a família. Esta rota ribeirinha linear de cerca de 10 km já era utilizada pelos amantes de BTT da região, mas foi consideravelmente melhorada com a construção de passadiços, pontes e miradouros que permitem desfrutar, como nunca antes, de magníficas vistas panorâmicas sobre o rio Tejo. Saiba tudo no nosso guia completo sobre o Trilho Panorâmico do Tejo, com informação prática, dicas, mapas e track GPS para preparar a sua visita.

Trilho do Poço das Talhas

Se gosta de uma boa caminhada na natureza e é fã de cascatas tem de ir percorrer o Trilho Rota da Queixoperra (12 km circular), cuja grande figura de cartaz é o deslumbrante Poço das Talhas, uma das mais belas cascatas de Mação e um geossítio cujo enquadramento paisagístico parece recortado de um livro de fantasias. Com as Azenhas recuperadas e transformadas em polo museológico, o lugar ficou ainda mais encantador. São 12 km circulares na versão longa; 3,5 km lineares (7 km ida e volta) na versão curta, excelente para um belo dia de passeio em família. Como ir ao Poço das Talhas? Tem tudo explicadinho no nosso guia completo com track GPS da Rota da Queixoperra.

Rota das Lagoas do Tejo

Na região do Médio Tejo, onde o Ribatejo abraça a Beira Baixa, esconde-se um dos mais recentes passadiços de Portugal. Estamos a falar-lhe dos Passadiços de Ortiga, o novo percurso pedestre do concelho de Mação, que permite conhecer as surpreendentes Pesqueiras e Lagoas do Tejo ao longo de 1,2 km (2, 4 km ida e volta) pela margem direita do rio Tejo, ligando o bairro dos pescadores de Ortiga com o Miradouro da Boavista, onde será brindado com deslumbrantes vistas sobre o Tejo. Clique aqui para ler todas as informações da Rota das Lagoas do Tejo e descarregar o track GPS para levar no seu smartphone.

Trilho Vigia do Zêzere

O Trilho Vigia do Zêzere, em Dornes, apresenta miradouros com vistas de cortar a respiração. Ao longo deste percurso pedestre, à medida que trilhamos vários caminhos florestais, somos brindados com as belas paisagens sobre a península de Dornes e a Albufeira de Castelo de Bode. Para além das vistas destacamos ainda a aldeia de Rio Cimeiro, as Ilhas, os Penedos Amarelos e o Lagar e Ribeira de S. Guilherme. Clique aqui para saber mais sobre o Trilho Vigia do Zêzere e descarregar o track GPS para levar no seu smartphone.

Passadiços do Alamal

Já não fica na região do Médio Tejo, mas sim no Alto Alentejo. Porém, como fica a somente 30 km de Abrantes não resistimos a incluir os Passadiços do Alamal nesta seleção de trilhos perto de Abrantes. São um dos percursos pedestres mais encantadores que pode fazer ao longo das margens do Tejo. Da vistosa Praia Fluvial do Alamal até à Ponte de Belver são apenas 2 km, praticamente sem desníveis, sendo simplesmente perfeito para fazer em família. Como bónus, ainda pode desfrutar da bem cuidada Praia Fluvial do Alamal que, no verão, é ótima para dar uns valentes mergulhos no rio Tejo. Clique aqui para ler todas as informações do Trilho Vigia do Zêzere e descarregar o track GPS para levar no seu smartphone.

Dica VagaMundos: se é fã de caminhadas na natureza, sugerimos que espreite o nosso artigo dos Melhores Trilhos e Percursos Pedestres de Portugal (clique para ler). Vai com certeza encontrar um que tem mesmo a sua cara!

Onde comer em Abrantes? Melhores Restaurantes

Enguias Fritas

A gastronomia de Abrantes revela as influências ribeirinhas das províncias com as quais faz fronteira, Beira Baixa e Alto Alentejo. O cardápio soma iguarias que os amantes da cozinha tradicional não dispensam: Sopa de couve com feijão; Cabrito guisado ou assado no forno; Entrecosto com migas carvoeiras; Migas de couve com feijão vermelho e broa de milho; Açorda de sável; Achigã grelhado; Fritada de Peixe do rio; Ensopado de Enguias ou Enguias Fritas; Bacalhau assado com migas; Javali estufado; Coelho bravo; Lebre; Pombo bravo estufado; Perdiz ou o Faisão estufado; Açorda de Ovas; Bucho.

Bacalhau assado com migas

Mas é na doçaria, de origem conventual, que Abrantes dá mais cartas. A Palha de Abrantes e as Tigeladas são as mais afamadas. Mas igualmente irresistíveis são as Broas de Mel (ou dos Santos), os Mulatos, as Limas, a Lampreia de Ovos ou as Castanhas Doces.

Palha de Abrantes

E estes são os restaurantes onde comer em Abrantes onde só há uma coisa que não vem à mesa: a dieta!

Restaurante Santa Isabel
Rua de Santa Isabel 12, Abrantes

Restaurante Casa Chef Victor Felisberto
Rua Cana Verde 8, Alferrarede

O Ramiro
Rua 1º de Maio 5, Rio de Moinhos

Mapa com a localização dos principais pontos de interesse a visitar em Abrantes


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa com a localização dos pontos de interesse a visitar em Abrantes.

Outros artigos do Centro de Portugal

Aveiro | Aldeias Históricas de PortugalBelmonte | Beira BaixaCascata da Cabreia | Castelo de Bode | Castelo Rodrigo | Castro Daire | Coimbra | Covilhã | DornesEstações Náuticas Centro de PortugalFigueira da FozFoz do Cobrão | Fragas de São Simão | Garganta do Ocreza | Góis | Loriga | Manteigas | Monsanto | Nazaré | Óbidos | Ourém | Região do Oeste | Passadiços do OrvalhoPenamacor | Penedo Furado | PenichePiodão | Poço Negro | Praias Fluviais Centro de Portugal | Santa Comba DãoSeia | Serra do Açor | Serras de Aire e Candeeiros | Serra da Estrela | Serra da Lousã | Sortelha | Tomar | Vila de Rei | Viseu

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre as melhores atividades e tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.